Nesta manhã de sexta-feira vimos alguns dos principais nomes envolvidos no desenvolvimento do Ethereum atacarem a Binance Chain. A binance coin pode tomar o lugar do ether? 

Desespero bate na porta

Com o lançamento da Binance Smartchain, o token Binance Coin (BNB) ganhou uso no crescente cenário de Finanças Descentralizadas (DeFi). Desde então, a BNB cresceu a taxas incríveis. Apenas nos últimos 7 dias vimos uma alta de 116% no preço, isso significa que um investimento de apenas R$1.000,00 se transformaria em R$2.160,00. 

O avanço das soluções em blockchain da Binance, maior corretora de criptoativos do planeta, tem causado dores de cabeça e desespero na comunidade do Ethereum – que se vê ameaçado. 

Anthony Sassano, fundador da The Daily Gwei, Ethhub.io e um dos maiores influenciadores no ecossistema do Ethereum sumarizou os receios da comunidade com a Biance Chain:


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

“Sim, eu estou extremamente impaciente hoje.  Eu não trabalhei 4 anos ajudando a espalhar a palavra do Ethereum para assistir uma fraude de blockchain ser promovida como algo comparado ao Ethereum. Eu vou lutar contra isso para sempre – você pode me odiar por isso o quanto quiser”, tuitou Anthony Sassano.

Centralização? Quem liga?!

Por que a Binance Smart Chain está ganhando tanta atenção? Os motivos são vários, mas principalmente devido às baixas taxas de transação. Atualmente, as taxas do Ethereum permitem apenas que grandes players joguem com as finanças descentralizadas.

O investidor médio está migrando para alternativas, mesmo mais centralizadas. O analista e youtuber Ivan on Tech acredita que a centralização não importa para a maioria dos investidores. 

“Algumas pessoas cometem o erro de dizer que a Binance Chain é centralizada e por isso nunca vai dar certo. Olha, as pessoas nessa indústria não ligam para centralização, eles não ligam! Eles ligam para os jogos. Olhe para você no espelho, a maioria de vocês ligam para o game.“

afirmou Ivan.

Ele também destacou o papel essencial de tokens centralizados como o Tether e o USDC para as “finanças descentralizadas” no Ethereum. 

O que isso significa? Significa que até mesmo no Ethereum nós temos uma enorme centralização. Por que? Todos estão usando USDC, uma companhia centralizada, poderia congelar os fundos de todos a qualquer momento. As pessoas ainda usam, por quê? Porque eles te dão algum retorno.” – completou o youtuber.

As novas gemas estão migrando?

O analista também vê uma mudança e grandes oportunidades na nova geração de gemas (ativos com grande potencial) na BSC : “a mudança de mercado que você deve ficar atento é que a nova geração de gemas vem da Binance Chain e veja isso sempre muda”.

PancakeSwap, o maior app de DeFi na BSC tem US$3 bilhões em Valor Total Alocado (TVL) enquanto o maior DeFi no Ethereum se encontra com US$7 bi. 

Fonte: DeFi Pulse

Mas os valores estão mudando rapidamente, visto que todos os projetos podem migrar com alguns cliques para a Binance Chain e ainda com a vantagem de mais escalabilidade, taxas baixas e incentivos da poderosa Binance.

Então o ciclo do Ethereum está terminando?

Provavelmente não, ainda há enorme caminho de US$179 bilhões em valor de mercado, centenas de desenvolvedores e investidores. Fora a euforia criada pelo Ethereum 2.0 e próximas atualizações do blockchain. 

Qual minha opinião sobre isso? A mesma de Adam Back:

“Há mais de 8000 alts [moedas alternativas ao bitcoin]. A maioria não suportará o teste do tempo, eles passam por ciclos e desaparecem, substituídos por novas moedas. Há apenas uma moeda realmente, #Bitcoin e VOCÊ PODE COMPRAR PARTE DE UM BITCOIN. Empilhar sats etc. Eles são divididos em partes minúsculas.”


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!