Pela primeira vez na história, o barril de petróleo foi negociado a um preço negativo, mas como isso foi possível?

Em matéria de semanas atrás, já estávamos noticiando que o mercado estava sem espaço para estocar “ouro preto”, e é exatamente isso que pode explicar o preço negativo.

Entenda o que está acontecendo com o contrato futuro de Petróleo

Os contratos futuros são muito negociados por especuladores, que compram com a única crença de que podem vender em seguida por um preço mais alto, mas não tem a intenção de segurar até o vencimento e pegar o petróleo fisicamente.

Então, os contratos que vencem agora nesta terça-feira (21) estão sofrendo uma queda que ultrapassou os 100%, significando que traders estão dispostos a venderem com prejuízo para não segurarem o contrato até o vencimento.

OPEP+ e o acordo para inglês Trump ver

A decrescente demanda pelo barril de petróleo está afetando esse mercado de uma maneira jamais vista, e é por isso que a OPEP+ fez um acordo para reduzir a produção de petróleo. Contudo, como explica Simon Watkins da Oilprice.com, a queda na produção foi “apenas uma jogada de marketing do príncipe Árabe”, pois os números mostram que a queda no preço do barril poderá continuar:

“Tanto a Arábia Saudita quanto a Rússia devem “cortar” cerca de 2,5 milhões de barris por dia (bpd) cada, mas apenas a partir do nível de base de produção de cerca de 11 milhões, de acordo com o comunicado da OPEP na semana passada.

No entanto, a Arábia Saudita nunca registrou uma produção real sustentada de petróleo de mais de 10,5 milhões de bpd por mais de um breve período. Os recentes “suprimentos” de mais de 12 milhões de barris por dia, citados recentemente, não são – não repetem – a produção real, mas a produção mais o uso do estoque de petróleo.

Para colocá-lo em termos históricos e reais, a produção saudita média de 1973 até o início deste ano foi de 8,15 milhões de barris por dia. Isso significa que os sauditas não estão, na realidade, cortando a produção, apenas cortando o uso de seu estoque de petróleo, que não pode se dar ao luxo de continuar desperdiçando a preços tão baixos de qualquer maneira. 

Enquanto isso, a Rússia está preparada para produzir cerca de 11 milhões de bpd de qualquer maneira – o valor da linha de base -, novamente isso significa efetivamente nenhum corte, e mesmo que o valor da linha de base seja menor, a Rússia não prestaria atenção e produziria o que quisesse, como foi realizada em todos os acordos da OPEP + com os quais esteve envolvido, desde o primeiro corte acordado em dezembro de 2016.”

O Petróleo WTI é calculado pela New York Mercantile Exchange, a principal bolsa de valores de matérias primas do mundo. Ele é referência no preço do barril de petróleo bruto nos Estados Unidos.

Já o Brent é negociado principalmente na Bolsa de Londres, e é referência para os países da OPEP. 

Comprar, como funciona isso?

Bom, a não ser que você tenha capacidade de guardar toneladas de petróleo fisicamente, o contrato de petróleo WTI que caiu absurdamente não vale a pena. 

Aliás, ninguém quer guardar o petróleo físico, pois além dos estoques estarem lotados, grande parte dos investidores querem apenas especular.

É possível comprar contratos petróleo em corretoras normais como a XP e também na Etoro.

Riscos

Apesar de você poder comprar esses produtos com bitcoin, recomendamos que faça isso apenas se entender muito bem do mercado de petróleo e do funcionamento desses contratos.  

O petróleo cai, mas os memes continuam

A situação crítica dos contratos de petróleo WTI virou piada nas redes sociais. Surgiram mais memes na internet do que barris na Arábia Saudita.

“Esse barco carrega 2,5 BTC de petróleo”

meme preço do petróleo e bitcoin
memes preço do petróleo

O que você acha sobre essa queda no preço do contrato futuro de petróleo? Deixe seus comentários.

BitcoinToYou –  Negocie criptomoedas sem pagar taxa   A primeira corretora do Brasil, negociamos criptomoedas desde 2010.  Abra sua conta grátis!   Abrir conta