Passfolio

Em uma iniciativa pioneira, a Copa do Nordeste utilizará lances de jogos em vídeo para serem comercializados como NFTs. A inovação chega para celebrar a edição de 2021, o que tornará a “Lampions”, como é popularmente conhecida, pioneira no mundo do futebol a criar colecionáveis usando seus lances como tokens não-fungíveis. Isso só é possível porque a Copa do Nordeste centraliza os direitos e a produção de vídeos, uma condição rara no Brasil.

Na prática, a partir desta sexta-feira, dia 17, os torcedores vão poder comprar momentos colecionáveis de seus times na Binance NFT Marketplace, um mercado aberto de NFTs para artistas e colecionadores.

A coleção ficará disponível para ser negociada pelos usuários da plataforma em formato de leilão. Serão oito vídeos, entre gols, defesas e comemorações que ficaram marcadas na história da Lampions e que poderão ser comprados a partir do lance mínimo de 1 BUSD, stablecoin associada ao dólar com valor aproximado de R$ 5,61 na cotação atual.

“A Copa do Nordeste sempre foi inovadora. No ano passado, fizemos a primeira transmissão do mundo no Tiktok e agora estamos muito animados em estrear os colecionáveis NFTs em vídeo nas competições de futebol. Queremos que os interessados no universo de criptoativos também acessem as emoções da
Lampions” explica Mauricio Portela, sócio da LiveMode, parceira da Liga do Nordeste.

Passfolio


“A Copa do Nordeste é hoje uma das competições mais importantes do calendário brasileiro, sucesso de público e que vem sendo fundamental para fortalecer os times da região. É um privilégio enorme contar com essa coleção inovadora da Lampions no portfólio do Binance NFT marketplace. Que seu pioneirismo sirva de exemplo para outras competições esportivas”, afirma Mayra Siqueira, gerente geral da Binance no Brasil.

Tecnicamente, os NFTs já existem há muitos anos, mas foi em 2021 que esse mercado explodiu de fato. Entenda o que são NFTs e seu valor para o mundo da arte lendo o artigo linkado.

Veja também:

Passfolio