A moeda digital chinesa, que será lançada pelo Banco Central da China, não será usada para controlar e monitorar as informações das pessoas, de acordo com Mu Changchun, chefe do instituto de pesquisa de moeda digital do Banco Popular da China (PBoC).

“Sabemos que a demanda do público em geral é manter o anonimato usando papel-moeda e moedas … daremos isso às pessoas que exigem anonimato em suas transações. Não estamos buscando controle total das informações do público em geral.”, declarou Mu.

Em vez disso eles vão usar um sistema de “anonimato controlado”, no qual será possível atacar crimes de lavagem de dinheiro e combater o terrorismo.

Não foram dados detalhes sobre o funcionamento do sistema, entretanto, ele não parece uma boa ideia do começo.

Sabendo que será possível controlar o que terroristas fazem, o que impede o Partido Comunista de chamar qualquer pessoa que não concorde com suas ideias de terrorista?

A China tem tomado diversos passos em direção ao uso de blockchain e bitcoin nas últimas semanas. O que não ficou claro são as intenções desse movimento chinês.

Veja também ++ Governo chinês começa a fazer propaganda do Bitcoin


Acompanhe o Cointimes no YouTube e receba conteúdos exclusivos!