Crise à vista? HSBC, Deutsche,Citi estão demitindo em massa | Cointimes

Menu

Home

A Nova Economia
Hora do Cash
Conexão Satoshi
x
A Nova Economia
Hora do Cash
Conexão Satosh

Finanças
+32 458 623 874

Investimentos
302 2nd St
Brooklyn, NY 11215, USA
40.674386 – 73.984783

Follow us on social

bancos demissões

Crise à vista? HSBC, Deutsche,Citi estão demitindo em massa

Os gigantes do setor bancários estão demitindo milhares de pessoas ao redor do globo. HSBC , o maior banco da Europa, revelou planos para demitir 4 mil funcionários, o Citi se prepara para demitir outras centenas, Deutsche e outros seguem a tendência.

HSBC confirma demissão de 4 mil

O HSBC que conta com 237.685 empregados ao redor do globo começou a cortar na própria carne. Mais de 4 mil empregados com funções de sênior para cima serão demitidos.

O CFO do HSBC Ewen Stevenson disse ao Wall Street Journal que o corte diminuirá em 4% a folha de pagamento.

Apesar do crescimento de 16% em 2018 e um Q2 7% melhor do que no ano passado, o banco prefere ser prudente. E a causa da prudência talvez seja a guerra comercial entre China e EUA, vista na fala do CFO:

“Tensões comerciais entre os Estados Unidos e China estão progressivamente afetando o crescimento nos dois mercados.” disse Ewen (CFO).

Deutsche e mais 18.000 demissões

Outra grande instituição financeira parece estar passando por problemas ainda mais sérios. O Deutsche Bank, o maior banco da Alemanha, anunciou a demissão de 18 mil funcionários e planeja economizar € 6 bilhões.

O corte acontece após os péssimos resultados da produção industrial alemã que teve uma queda de 8%, a maior em uma década.

Alemanhã queda industrial

O banco também sofreu com escândalos de lavam de dinheiro, levando a renúncia de vários executivos e multas somadas de 17 bilhões na última década.

Outros bancos seguem demitindo

Já o Citi pretende cortar centenas de posições na sua divisão de trade, uma redução de até 10%. A diminuição na taxa de juros do FED, as tensões comerciais e guerra monetária foram as explicações para o corte.

Na França, o France Societe Generale anunciou o corte de 1.600 funcionários ao redor do globo e um plano para reduzir € 500 milhões em custos.

E não são apenas instituições financeiras que estão dando sinais de alerta com grandes demissões e cortes de custos, o FED aumentou as chances de uma crise no próximo ano em 3 vezes:

gráfico que mostra aumento de chance de crise

Enquanto isso o ouro está em seu patamar mais alto dos últimos 5 anos, um sinal de alerta, já que a commodity é vista como porto seguro em tempos de crise:

Gra´fico ouro dólart preço

O Bitcoin, que surgiu da maior crise bancária deste século também está vendo seu preço se apreciar no último ano, até agora o acumulado de ganhos da criptomoeda chega a 205%.

Vamos ver uma crise em breve?


Quer saber mais sobre o Bitcoin? Conheça o maior relatório brasileiro sobre a criptomoeda: o Cointimes Research | Bitcoin. Entenda o futuro da desse ativo e fique por dentro das principais estatísticas sobre ele:

Sobre o criador de conteúdo

Apaixonado por tecnologia, inovação e criptomoedas. Escrevo matérias para o Cointimes desde sua criação.

You don't have permission to register