Desenvolvedora de Cryptokitties, a Dapper Labs anunciou que está projetando um futuro pra seu “próprio blockchain adaptado para jogos”, que substituiria a atual utilização do blockchain Ethereum.

Produtora de jogos como CryptoKitties e Cheeze Wizards, chegou a levantar quase US$40 milhões com fundos dos seus jogos, em torno de 2017. Além disso, recebeu financiamento de US$11 milhões da Warner Music.

O financiamento foi, na verdade, enviado com finalidade de auxiliar a Dapper Labs a criar seu próprio blockchain, o Flow:

“Ethereum e praticamente todas as outras plataformas de contratos inteligentes da Camada 1 estão tentando construir redes escalonáveis ​​para transações – como pagamentos. Jogos descentralizados e coisas como criptocolecionáveis ​​exigem diferentes requisitos de dimensionamento em blockchains que o sharding fundamentalmente não corrige. Portanto, a Dapper está construindo o Flow para permitir que jogos descentralizados escalem para dezenas de milhões de usuários. ”

Em alguns momentos no ápice de CryptoKitties, especialmente em torno de 2017, o jogo chegou a picos de mais de 10 mil jogadores simultâneos. Consequentemente, o blockchain de Ethereum chegou a travar com a imensa quantidade de transações e processos do jogo.

Planos de expansão

Co-fundadora Dieter Shirley, da Dapper Labs, afirmou ao Coindesk: “Criamos esta blockchain porque queríamos uma blockchain diferente para criar nossos jogos”. A plataforma teve seu simulador disponibilizado sob o nome de “Flow Playground”.

“Quando você tem um novo domínio de programação, faz sentido ter um novo paradigma de programação”

Shirley, em comentário sobre a nova linguagem de programação da startup, o “Cadence”

A finalidade do novo blockchain, segundo a empresa, é o de continuar criando novos jogos e criptocolecionáveis como o Cryptokitties com as ferramentas otimizadas para isso. Eventualmente, crescerão com projetos como os colecionáveis de UFC.

“As blockchains têm seu próprio fluxo de receita como parte delas, da venda de tokens. Acreditamos que o apoio financeiro para a construção de uma blockchain deve ser separado do financiamento dos jogos. Os jogos precisam fazer sentido por conta própria.”

“Se o Ethereum for o blockchain 2.0, então veremos o Flow como a versão 4.0. Nós vemos o Flow como a tecnologia blockchain para o mercado de massa”, disse pesquisador da Purdue University, David Broecker. “Ser capaz de ampliar as oportunidades para professores e alunos é incrivelmente emocionante.”