Na noite desta terça-feira, a Comissão de Valores Mobiliários emitiu uma Stop Order para empresas registradas em Hong Kong. Sim, a burocracia brasileira atravessa oceanos.

Resumo da matéria:

  • StratumBlue, Stratum e Rocelo são notificados pela CVM;
  • CVM é leniente com golpes? Caso Atlas e Unick Forex;
  • Resposta da Stratum ao Cointimes;

Os alvos foram companhias do empresário Rocelo Lopes, mais especificamente a stratumblue.hk e stratum.hk ambas devidamente registradas em Hong Kong como mostra o documento abaixo:

stratum hong kong
Documento da Stratum Blue

O órgão regulador ainda cita a Coinbr, Francisco Rocelo Bezerra Lopes, Charys de Oliveira Vieira e José Mascelvam Bezerra da Silva.

Segundo a CVM, eles estariam ofertando ilegalmente Contratos de Investimento Coletivo (CIC).

“A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) comunica que Stratum Blockchain Technology Limited, Francisco Rocelo Bezerra Lopes, Charys de Oliveira Vieira, Coinbr Servicos Digitais Ltda e José Mascelvam Bezerra da Silva não se encontram habilitados a ofertar publicamente títulos ou contratos de investimento coletivo cuja remuneração estaria atrelada ao desempenho de índice de criptoativos gerido por profissionais.” declarou o órgão.

A Comissão de Valores ainda determinou que se a suspensão das ofertas não for aplicada haverá uma multa diária de R$100 mil.

A StratumBlue é um serviço que oferece uma cesta de criptomoedas administrada por profissionais da área. Esse gênero de produto é muito comum nos Estados Unidos e já foi ofertado por grandes empresas, como a Coinbase.

Cesta de criptoativos
Cesta de criptomoedas da StratumBlue

CVM é leniente com golpes?

Não é a primeira vez que a CVM emite uma Stop Order sobre um possível CIC. No meio do ano, o órgão regulador pediu para a empresa Atlas Quantum deixar de ofertar seu robô Quantum.

A medida causou pânico nos investidores da Atlas, que sacaram centenas de milhões de dólares em bitcoin. O Atlas não tinha o dinheiro disponível e está enfrentando uma enorme crise.

Por dois anos a CVM deixou o Atlas funcionar, sem objeções e investigações. O mesmo aconteceu com a Unick Forex, que passou mais de 1 ano sem receber alerta do órgão, que só agiu quando o golpe estava em seu estágio final.

Dentro do mercado de criptomoedas fala-se que quando a CVM dá o alerta é porque a pirâmide já deu o golpe. Foi assim com a Unick Forex e com várias outras.

Resposta da Stratum

O jurídico da Stratum diz que ainda não recebeu a notificação oficial da CVM. Entretanto, eles vão cumprir a ordem do órgão regulador e retirar a oferta do ar.

“Amanhã pela manhã estudaremos o teor completo do documento e já adiantamos que iremos atender a ordem de retirada de oferta até que se analise a presente decisão e se tome as medidas cabíveis.” afirmou Daniela Meyer , responsável pelo Marketing da

Você acredita que a CVM passou dos limites dessa vez? Deixe sua opinião nos comentários.

Update: O título da matéria estava indicando que a multa era em dólares, mas na verdade é em reais.