Coingoback

Danilo Gentili, o humorista mais famoso do Brasil, declarou seu apoio a iniciativa Combustível Sem Imposto (CSI). Agora, os apoiadores querem fotos de Gentili segurando placas icônicas contra impostos e o governo. Entenda a iniciativa.

O Movimento Combustível sem Imposto tem crescido fortemente nas redes sociais e acabou de ganhar um aliado de peso, o apresentador do The Noite e humorista Danilo Gentili. Outros famosos como Kim Kataguiri, Mamãe Falei, Yasmim Mineira e Helio Beltrão também apoiam a causa.

Com a proposta de zerar o imposto sobre combustível, o CSI busca tornar o sonho de pagar R$2 por litro de gasolina uma realidade para todo o brasileiro.

Gasolina “em posto” é roubo?

Atualmente, a gasolina sai da refinaria por apenas R$1,60 o litro. Contudo, o brasileiro paga em média R$4,40 na gasolina, sendo que apenas cerca de R$0,70 é adicionado pelo dono do posto e distribuidora. Ou seja, o brasileiro paga R$2,10 para a classe política. 

É um dos maiores programas de redistribuição de renda do mundo. No qual os mais pobres pagam para dar benefícios aos mais ricos. 

Preço da gasolina na refinaria, o quanto se paga, os impostos o lucro do posto.

Para se ter uma ideia, países como Estados Unidos, Bolívia, Paraguai, Moçambique, Canadá e diversos outros países têm um preço de gasolina mais civilizado.

Como cortar os impostos?

"Fim da estabilidade do funcionalismo público", diz a placa que a modelo da CSI segura.

Mas para tornar a gasolina uma realidade e não deteriorar ainda mais a situação fiscal do país é necessário que o governo reduza alguns gastos e a CSI é ambiciosa ao apontar quem deve ser cortado do estamento burocrático.

O movimento quer o fim da Justiça do Trabalho, de diversas regalias estatais e outros órgãos como:

  • 90% dos cargos comissionados (35 bilhões)
  • 60% do gasto do congresso nacional (6 bilhões)
  • Fim da Justiça do Trabalho (20 bilhões)
  • Ministério do Trabalho + MPT (40 bilhões)
  • Ministério da Integração Nacional (15 bilhões)
  • Confaz (??)
  • Ministério da Indústria e Comércio (3 bilhões)
  • Verba publicitária + EBC (3 bilhões estimativa)
  • Salários de servidores acima do teto (20 bilhões)
  • Aposentadorias acima do teto de 10 mil reais (30 bilhões estimativa)
  • Fim do auxílio moradia (1 bilhão)
  • Fim do repasse do Sistema S (16 bilhões)
  • Fim da pensão de perseguidos da ditadura (???)
  • Agência Nacional do Petróleo (5 bilhões)

Como resultado, o país economizaria aproximadamente R$200 bilhões por ano, o suficiente para dar ao brasileiro uma gasolina barata. Com uma gasolina mais acessível a inflação diminuiria consideravelmente em todos os setores da economia, pois ela é necessária para o transporte de praticamente todos os produtos.

Como participar?

O movimento tem o objetivo de levar 1 milhão de pessoas para as ruas a fim de pressionar o governo.

Para ajudar, a CSI disponibiliza uma página com endereços para doação, voluntariado e material de marketing. O apoio também pode ser feito com bitcoin, “a moeda que o Estado mais detesta e teme”, segundo o site do movimento.

"Apoie a causa com Bitcoin. Nada melhor do que apoiar essa causa contra o Estado com a moeda que o Estado mais detesta e teme: BTC."

“Somos apartidários e todos que concordarem com o fim da estabilidade do funcionalismo público e o corte de gastos do governo em prol de acabar com os impostos nos combustíveis serão muito bem vindos a se juntar a nós independente de qualquer outra convicção política.”


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!