O Sistema de Reserva Federal dos Estados Unidos, FED aumentou a taxa de juros da economia americana e o presidente Donald Trump não gostou nem um pouco, criticando a política do FED.

O FED aumentou em junho a taxa de juros de 1.75% para 2%. Veja mais detalhes sobre a situação.

Ingerência de Donald Trump?

O presidente norte-americano criticou em entrevista à CNBC o aumento da taxa de juros pelo FED: “ Eu realmente não gosto do trabalho que estamos fazendo na economia e agora eu vejo os juros subindo”.

Os mercados começaram a questionar a independência do FED, para tentar consertar a situação, Trump comentou:

Eu não estou feliz . Mas ao mesmo tempo eu estou deixando eles trabalharem da melhor maneira possível

Depois de assumir a presidência em janeiro de 2015, Trump viu a taxa de juros ser ajustada 5 vezes. Só nesse ano foram duas, isso pode impactar negativamente negativamente no desenvolvimento econômico.

O aumento na taxa de juros significa um aumento do custo para tomar empréstimos, desestimulando a economia e geração de empregos.

Com essa atitude o FED se mostra preocupado com um possível aumento da inflação devido ao superaquecimento da economia norte americana.

As taxas de desemprego estão baixíssimas, neste ano chegou a ser a menor desde de 1969.

taxa de desemprego nos estados unidos gráfico

Pode isso Arnaldo?

Apesar dos comentários negativos e da possível pressão política, Jerome Powell segue firme no cargo. Isso por que ele tem autonomia, conta com mandato duplo e só pode ser retirado do cargo por motivos legítimos.

Isso difere da política brasileira, na qual o presidente do Banco Central é completamente influenciado pelos debates políticos e pode ser substituído  de acordo com o humor do governo.

Enquanto as instituições tradicionais estão discutindo sobre quem fará a política econômica, o Bitcoin resolve isso matematicamente. Conheça o que é bitcoin:

O que é Bitcoin e como funciona essa criptomoeda