João Miranda de 41 anos, artista plástico, empreendedor, criador de NFT e Youtuber entrou há um ano na área do negócio dos NFTs e hoje consegue ganhar de 5 a 10 mil reais por mês. Ele acredita que NFTs é uma das áreas mais lucrativas do momento.

Tudo começou com os João vendo os CryptoPunks ganhando milhões de dólares com as vendas de seus NFTs. Esse foi o sinal para João começar a fazer desenhos em 3D, armas e a vendê-los na internet.  Deu certo, mesmo de forma amadora. Passou um tempo, João começou a fazer as suas coleções de NFTs, chegou a ficar conhecido por uma delas em 2022, a Crazy Fish. O colorido dos seus peixes vibrantes deixavam a marca na sua obra. Miranda conta que:

“Todos os trabalhos são feitos à mão. Primeiro faço com grafite e depois tinta e finalização em arte digital”, conta.

Dali em diante, Miranda não tinha mais dúvidas sobre o que pretendia ser: Criador de NFTs ou empreendedor de NFTS. Mas essa história começa bem antes…

Como começou   

Em 2017, ele estava de olho na indústria dos games, mas como ainda morava com a família e vivia em um local sem recursos, na periferia não era possível sonhar. “Em 2018, a minha mãe faleceu, arrumei um emprego em artes digitais. Não deu muito dinheiro, então resolvi ir para a Avenida Paulista vender os meus trabalhos”, conta. Não deu tão certo, então a vida de Miranda tomou outro rumo.

Em 2021 mudou-se para o Rio Grande do Sul, em Joaçaba, ele então começou a pesquisar os tutoriais internacionais sobre NFTs, porque naquela época ainda não havia nada no Brasil.

“Nessa época mergulhei na área, estudei tudo o que existia sobre o assunto. E então, em novembro de 2021 eu entrei no mercado dos NFTs, comecei a fazer trabalhos, pois não sabia fazer nada. Eu fui mexendo, colocava efeitos, percebi que dava certo, então segui”, relata.

Os poucos recursos não impediram os caminhos de João, ele seguiu.

NFT de um animal feito por João Miranda.
Cred/João Miranda

Desenhos em telas de televisão

Não foi uma fase fácil porque Miranda não tinha um computador bom, mas começou a dar certo, passou a vender e a receber encomendas para fazer NFTS. Os meses de dezembro e novembro foram muito bons para ele. Em 2022, passou a produzir para mais pessoas e montou uma lista de clientes.

“Inclusive fiz uma equipe de freelancers que trabalham comigo e temos produzido coleções de NFTS. Os desafios foram muitos, porque eu fui fazendo as minhas coleções com um computador antigo, sem saber produzir nada. Eu não tinha mesa digitalizadora, tinha que ficar com o braço esticado com uma tela de televisão LCD muito ruim. Nem cliente eu tinha, consegui o meu primeiro agora. Hoje eu moro em uma casa grande, com quintal.”, conta.

Canal no YouTube e sonhos

Depois de produzir as suas coleções e criar o seu canal no YouTube, Miranda passou a ser conhecido na área. 

“Os meus clientes vem por causa do meu programa no Youtube Artista João Miranda”, relata.

Com o primeiro dinheiro que João recebeu com as vendas dos seus NFTs investiu em um computador e uma mesa digitalizadora. Ele chegou a alugar a casa que vive graças ao NFTS.

“Hoje eu trabalho no meu quarto, sentado em frente ao computador dos sonhos, tenho 4 clientes, 5 projetos e um rendimento de 6 a 10 mil por mês. Os meus desafios são aprender mais”, finaliza Miranda. 

Leia mais:

A NovaDAX está cheia de novidades!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil agora ZEROU as taxas para saque em real!

A NovaDAX também conta taxa zero para transações de Bitcoin e mais de 110 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.