Programadores são requisitados rotineiramente para participar de projetos em corretoras descentralizadas pagando até US$2500,00 ou R$12.600 por recurso resolvido, saiba mais sobre as oportunidades no mercado de criptomoedas.  

O bitcoin nasceu com o objetivo de dar liberdade financeira para as pessoas e ele consegue fazer isso por meio da sua descentralização, mas do que adianta o bitcoin ser descentralizado se a corretora que você usa pode congelar seus fundos? 

Com o objetivo descentralizar ainda mais o mercado, a Haveno Dex quer criar a primeira exchange descentralizada focada completamente em privacidade e anonimato. Utilizando como base o código da corretora Bisq, a Haveno terá como moeda base o Monero. 

Com apoio da Samourai Wallet, Cake Wallet e MajesticBank os desenvolvedores da Haveno estão avançando o projeto para ser lançado nos próximos 6 meses.

Passfolio

Melhorias na Haveno pagam até R$12.600 para desenvolvedores 

Mas até lá ainda há muitas tarefas e para acelerar o desenvolvimento algumas delas são relegadas para desenvolvedores externos. 

Por exemplo, há hoje a necessidade de fazer o update nos métodos de pagamento da Bisq, quem desenvolver essa solução ganhará o equivalente a US$100 em XMR. 

Já quem fizer uma implementação eficiente do sistema de multi assinatura da Monero ganhará o equivalente a R$12.600,00.  Os valores variam de acordo com a dificuldade de cada tarefa.

As tarefas e métodos de participação estão disponíveis no Github do projeto, que é totalmente open source e boa parte dele está sendo desenvolvida em Java.  A interface de usuário também será completamente modificada, abrindo as portas para possíveis trabalhos tanto de backend quanto de front.

“Um dos principais objetivos do Haveno é fornecer aos usuários uma experiência suave, construindo uma plataforma fácil de usar para usuários avançados, mas especialmente para pessoas que não são experientes em tecnologia. Para conseguir isso, decidimos retirar da plataforma sua interface de usuário legada, que é pesada, lenta e não amigável, e construir um frontend dedicado, separado do resto do aplicativo.”

– afirmou o projeto.

Passfolio