Além de vender criptomoedas, a exchange  Coinbase venderá também dados para o serviço secreto dos Estados Unidos.

Um documento publicado pelo The Block mostra um contrato de até quatro anos com o valor de US$183.750,00 entre a Coinbase e o Departamento de Segurança Interna, que é responsável pelo Serviço Secreto.

contrato coinbase com o serviço secreto

Coinbase quer vender sua ferramenta de análise para a DEA (responsável pelo combate às drogas) e também para a IRS (a Receita Federal dos EUA).

Coinbase Analytics é uma ferramenta de análise de blockchain criada pela maior exchange de bitcoins dos Estados Unidos, a Coinbase. Esse sistema de espionagem foi criado após a exchange adquirir a empresa Neutrino, composto por hackers que vendiam serviços de espionagem para ditaduras.

 Veja também:  #DeleteCoinbase – O lado negro da Coinbase, maior exchange dos EUA

“É caro criar esse recurso e queremos recuperar custos. Existe um mercado existente para o software de análise de blockchain, então nós o vendemos para um punhado de pessoas também. Também nos ajuda a construir relacionamentos com a aplicação da lei, o que é importante para o crescimento das criptomoedas.”, justificou Brian Armstrong – Ceo da Coinbase.

Ele também recomendou que os usuários de blockchains transparentes ,como o do Bitcoin, usem moedas privadas se querem privacidade.