Que tal receber dividendos pelos dados que você dá para as redes sociais? Essa é a proposta do novo governador da Califórnia, Gavin Newsom, que em menos de 4 semanas já fez inimigos do calibre de Google e Facebook.

No seu primeiro discurso como governador empossado do estado mais rico dos Estados Unidos da América, o governador da Califórnia propôs a distribuição de renda sobre os dados usados pelos gigantes da tecnologia:

Consumidores da Califórnia deveriam ter parte na riqueza criada pelos seus dados. Eu pedi para o meu time desenvolver uma proposta para um novo Data Dividen para os californianos, pois reconhecemos que sua data tem um valor e ela pertence a você.

Newson não deu detalhes sobre como a proposta funcionaria. Por exemplo, como os usuários são pagos, quais os valores para saque e muitos outros pequenos detalhes.

Quanto você ganharia?

Se a receita vier de quanto cada rede social consegue rentabilizar por usuário, então, o Twitter será o favorito em retorno. Já os membros do Reddit estariam na miséria.

Segundo a CNBC o retorno médio por usuário de cada rede social é rankeado da seguinte forma:

  1. Twitter: U$$ 9,48
  2. Facebook: U$$7,37
  3. Pinterest: 2,89
  4. Snap: 2,09
  5. Reddit: 0,30

Você não iria ganhar muito, talvez mais do que investindo mil reais na poupança, mas nada mais do que isso:

Bye Bye Califórnia

O ambiente empresarial na Califórnia tem ficado cada vez pior, fruto de aumento de impostos e políticas governamentais questionáveis.

Apenas no ano passado mais de 1800 empresas saíram do estado e foram principalmente para o Texas e outros locais mais amigáveis aos empreendedores.

Mesmo com o maior PIB de todos os estados norte-americanos, a Califórnia enfrenta uma dívida estimada em mais de 1 trilhão de dólares, uma educação decadente e um custo de vida crescente.

Desastre governamental

Se essa política for implementada no Vale do Sílico é possível que ela seja seguida por outros estados e até mesmo nações. Quais as implicações dessa política?

Tal política pode matar novos empreendimentos que estão tentando criar um modelo de negócios sustentável e com lucros compartilhados.

É o caso do Brave Browser, um navegador que permitirá que você também ganhe pelos seus dados (veja mais detalhes sobre a iniciativa no post abaixo)

Além de destruir empresas inovadoras, tal regulamentação poderia tornar inviável o modelo de negócios de algumas empresas, não apenas Facebook e Google, mas também muitas startups.

Se por um lado o usuário ganha pelos seus dados, do outro muitas empresas podem acabar e nem outras nem poderão nascer.