Cointimes Awards

Com a ajuda do FBI, as autoridades alemãs apreenderam cerca de R$ 161 milhões em Bitcoin (BTC) e Bitcoin Cash (BCH) de supostos operadores de um site de streaming pirata.

Ao trabalhar em conjunto com o Federal Bureau of Investigation (FBI) dos EUA, as agências policiais alemãs apreenderam milhões em BTC e BCH de dois homens que supostamente administravam um grande site de streaming de piratas chamado Movie2K.

Da pirataria para criptomoeda

O site de streaming pirata começou a operar em 2008 e continuou até 2013. Nesse período, o Movie2K distribuiu cerca de 900.000 cópias de filmes e programas de TV.

Sua popularidade cresceu rapidamente e, antes de ser fechado em 2013, era o décimo nono site mais visitado na Alemanha e o 240º no mundo inteiro. Ele tinha mais visitas do que o Twitter, Amazon, Apple e PayPal na época.

Alter - Criptoback

Apesar de sua gigantesca popularidade, o site foi fechado sem aviso prévio e surgiram suspeitas de pressão legal. No entanto, nenhuma informação adicional veio à tona por anos até que a Procuradoria Geral da República na cidade alemã Dresden revelou em novembro de 2019 que os dois homens que supostamente operavam o site haviam sido presos.

Um anúncio publicado no início desta semana do gabinete do promotor geral de Dresden afirmou que os dois homens permaneceram em custódia desde então. Agora, os suspeitos começaram a cooperar com as autoridades.

Eles admitiram ter administrado o site de streaming ilegal e reconheceram ter levantado milhões de dólares, que mais tarde se transformaram criptomoedas – incluindo Bitcoin e Bitcoin Cash.

Dinheiro apreendido foi apenas uma fração do que o site tinha

O Movie2K gerou receita principalmente de duas maneiras – publicidade regular e por meio das chamadas “armadilhas para assinaturas”. Ao utilizar essas armadilhas, o site levou as pessoas a se inscreverem em um serviço específico. Então, as vítimas achavam quase impossível escapar de um suposto contrato do qual nem estavam cientes.

Alter - Criptoback

Depois de levantar quantidades substanciais, ainda não reveladas, de moedas fiduciárias, os autores começaram a acumular bitcoins em meados de 2012.

Um deles era um programador que também tinha uma agência imobiliária. Segundo o comunicado do Gabinete do Advogado de Dresden, ele já possuía mais de 22.000 BTC. Nas taxas de hoje, esse valor seria equivalente a R$ 1.39 bilhão.

Até meados de 2016, ele usou o preço crescente do Bitcoin para comprar várias propriedades. Por fim, porém, as agências policiais locais que trabalharam em conjunto com o FBI conseguiram apreender apenas uma fração dessa quantia – cerca de R$ 159 milhões em BTC e BCH.

No entanto, de acordo com outro relatório, as autoridades também apreenderam todas as propriedades adquiridas através da empresa imobiliária.

Alter - Criptoback

Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br