A Fidelity, empresa que tem custódia de US$8,6 trilhões – cujo valor poderia comprar 12 vezes a B3 e o mercado de criptomoedas – acabou de pedir autorização da SEC para lançar um fundo de bitcoin e soltou um relatório com previsões inacreditáveis sobre o preço do criptoativo.

Fundo de Bitcoin para milionários

De acordo com a Forbes, o presidente da Fidelity Peter Jubber pediu autorização para lançar um fundo de Bitcoin a “Securities and Exchange Comission (SEC)” – a CVM dos Estados Unidos.

Os documentos dão poucas informações para o público. Contudo, sabemos que o fundo será destinado para investidores institucionais com um investimento mínimo de US$ 100 mil.

“Este é o mais recente desenvolvimento da Fidelity, mostrando a seriedade com que está aceitando o bitcoin como ativo de investimento.”

afirmou a Forbes

Preço do Bitcoin a R$5 milhões

Em um documento publicado em julho, a Fidelity analisa o Stock-To-Flow (S2F) ou “Modelo Taxa de escassez”. De acordo com o modelo S2F, o analista PlanB já previu o preço do bitcoin a US$ 1 milhão em 2029.

No post “Modelo taxa de escassez prevê BTC em US$100 mil em 2 anos” , explicamos os pontos fortes e fracos dessa tese. Entretanto, o relatório da Fidelity diz que esse modelo é crível.

“As commodities com um estoque difícil de dobrar devido a uma baixa taxa de produção em relação ao fornecimento existente têm servido historicamente como reservas de valor superior. Essas commodities são amplamente utilizadas para fins de investimento e, ocasionalmente, usos industriais. Por outro lado, commodities consumíveis que são suscetíveis a grandes aumentos na oferta, são menos eficazes no armazenamento de valor.

No padrão Bitcoin, Saifedean Ammous adaptou o estoque ao fluxo para comparar o bitcoin a commodities usadas para investimento e consumo e o uso da métrica desde então se expandiu e até deu origem a modelos baseados na proporção. Ouro, a reserva de valor mais resiliente através dos tempos, tem a maior proporção de estoque para fluxo, seguido por Bitcoin (hoje) e prata. Após a recente redução pela metade (maio de 2020), a diferença entre a proporção do ouro e do Bitcoin diminuiu. O estoque em fluxo do Bitcoin eclipsará o do ouro após a próxima redução (2024). ”

stock to flow pela fidelity
Fonte: Fidelity

Entretanto, outra análise feita pela Grayscale – maior fundo de Bitcoin do planeta – destaca que o S2F não garante o aumento de preço do ativo:

“Embora seja verdade que o preço seguiu este modelo de estoque para fluxo com alta correlação, a relação pode ser espúria e não leva em consideração a demanda necessária para a valorização do preço.”

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br