O Fundo Monetário Internacional, em comunicado divulgado hoje (02/11), alertou que a crise ainda não chegou ao seu fim.

No texto chamado de “A crise não acabou, continuem gastando (sabiamente)”, o órgão internacional recomendou que os países não retirem o suporte das medidas de auxílio tão rapidamente.

“o apoio deve ser mantido durante toda a crise. Uma retirada prematura do apoio representaria mais danos aos meios de subsistência e aumentaria a probabilidade de falências generalizadas, o que, por sua vez, poderia prejudicar a recuperação. Em tal cenário, as cicatrizes da crise provavelmente se tornariam muito mais profundas.”

Para países com problemas de espaço fiscal pequeno, como o Brasil, é recomendado a priorização de despesas.

“Em economias com restrição de capacidade de gastar, uma nova priorização dos gastos pode ser necessária para proteger os mais vulneráveis.”

O que isso tem a ver com meu bitcoin?

Muitos economistas acreditam que as políticas fiscais mais relaxadas dos Bancos Centrais pode impulsionar ainda mais o preço do bitcoin no mundo. A perda de confiança na capacidade do governo de repagar suas dívidas sem gerar inflação poderia criar uma corrida para ativos seguros e escassos como ouro e btc.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

“Eu acho que a gente caminha para essa dívida ser impagável… e provavelmente essa dívida vai ficar impagável não por causa do coronavírus, mas por causa dos problemas da previdência”

disse Luis Stuhlberger do Fundo Verde.

Veja mais: Estamos no “Grande Plano Collor Mundial”, afirma Luis Stuhlberger


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!