Um vazamento do Samsung Galaxy S10 deu ao mundo uma visão do novo smartphone da Samsung e as imagens revelam que o telefone terá features voltas especificamente para as criptomoedas.

O Galaxy S10 será revelado no dia 20 de fevereiro e espera-se que as vendas do celular sejam lançadas na segunda semana de março, segundo a página da gigante das telecomunicações.

As imagens vazadas do Galaxy S10 mostram uma carteira para detentores de criptomoedas armazenar suas chaves privadas.

A carteira, chamada de Samsung Blockchain KeyStore, é descrita como “um local seguro e conveniente para a sua criptomoeda”. As imagens vazadas mostram que o Ethereum será suportado, mas não é certo se outros tokens estarão disponíveis no lançamento ou serão adicionados a tempo.

O gigante da tecnologia não foi tímido com criptomoedas no passado. No meio do ano passado, foi relatado que a Samsung investiu ativos na Ledger, uma empresa de fabricação de hardware.

Na época, outros conglomerados, como o Google e a Siemens, também foram atraídos para a rodada de financiamento da Ledger.

No início do ano passado, a Samsung também demonstrou interesse na indústria de criptomoedas e anunciou que estaria produzindo chips de minas ASIC junto com a fabricante taiwanesa TSMC.

Não é a primeira iniciativa de adicionar wallets de criptomoedas em serviços padrões de grandes empresas, final do ano passado o navegador Opera anunciou a integração de uma carteira de Ethereum ao seu browser de Android.

Não sabemos ainda se os rumores e as imagens são reais, porém é realmente possível que o S10 venha com uma feature para dar mais segurança aos detentores de criptomoedas, que viram mais de 1 bilhão de dólares serem roubados em 2018 por falta de segurança.