Depois do MBL, Joice Hasselmann, o líder do PSL, chegou a vez dos aliados mais distantes do presidente Jair Bolsonaro abandonarem o barco.

Hoje, o deputado Arthur Maia – DEM externou o que a bancada do seu partido vem mostrando no Congresso. Na sua conta do Twitter ele disse:

Para o governo, muito pior do que a derrota no assunto do COAF, foi o clima de guerra que se instalou entre os partidos ditos governistas e os aliados, que não são oficialmente da base. São esses aliados têm garantido as votações, mas não sei como será a partir de agora.”


Casa MBL já deu tchau

Renam Santos do MBL já pulou do barco

Bolsonaro vem perdendo apoio mesmo antes de aprovar a Reforma da Previdência, que é essencial para seu próprio governo e para o país.

Essa falta de jogo político tem feito o mercado atuar com tensão. O dólar na casa dos R$4,00 e as seguidas previsões de queda no PIB, são apenas sintomas do Game of Thrones de Brasília.

O que podemos esperar dessa guerra pelo trono? Que não acabe tão mal quanto a série, pois no fundo quem sempre saí queimado é o povo.