A empresa dona do Google, Alphabet, investiu o equivalente a R$ 5,6 bilhões na bolsa de futuros Chicago Mercantile Exchange.

A CME Futures, bolsa de futuros que oferece serviços regulamentados de bitcoin, garantiu um investimento maciço do Google no valor de 1 bilhão de dólares com o objetivo de transferir seus principais sistemas de negociação para a nuvem.

A notícia foi relatada pela primeira vez pelo Wall Street Journal e informa que a gigante da tecnologia fornecerá seus serviços em nuvem para a CME para “alimentar os mercados que lidam com trilhões de dólares em negociações a cada dia”.

As duas partes concordaram em uma parceria de uma década. A CME se esforçará para integrar novos usuários com mais rapidez e desenvolver novos recursos com a tecnologia do Google, como o software de IA (Inteligência Artificial).

CME é uma das maiores intermediadoras de negociações do mundo, com uma capitalização de mercado de quase US$ 80 bilhões, enquanto o Google Cloud é o quarto maior provedor de nuvem com 6,1% de participação no mercado global no ano passado.

Lançada há mais de um século, a Chicago Mercantile Exchange oferece a seus clientes exposição a vários mercados, de petróleo bruto e ouro a futuros no mercado de ações.

Desde o final de 2017, a CME também faz parte do espaço cripto, lançando a negociação de contratos futuros de Bitcoin. Desde então, a empresa facilitou negócios para várias instituições gigantes, incluindo a maior administradora de ativos do mundo – BlackRock.

Inclusive, foi por conta do mercado de futuros de BTC instaurado pela CME que recentemente o primeiro ETF de Bitcoin foi aprovado pela Comissão de Valores Mobiliários nos EUA.

A CME também divulgou negociações de futuros de Ethereum e, mais recentemente, lançou contratos de futuros de Micro Ether.

Leia mais:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br