Passfolio

O especialista em criptomoeda e conselheiro da Casa Branca Whit Gibbs revelou que o governo de Joe Biden tem minerado bitcoin. Gibbs, que também é o CEO da Compass Mining, fez a revelação durante uma entrevista no “Best Business Show” de Anthony Pompliano na quarta-feira, 1º de dezembro. 

Durante uma conversa sobre os países que atualmente estão minerando bitcoin, os Estados Unidos surgiram por acaso. A entrevista também falou sobre as atividades de mineração realizadas tanto por El Salvador como pelo governo venezuelano. 

“A américa está explodindo” 

Quando o entrevistador perguntou ao conselheiro da Casa Branca sobre o que os EUA precisam para iniciar as operações de mineração do chamado ouro digital, o entrevistado afirmou claramente que “a América já está explodindo”, mas rapidamente corrigiu-se escorregando na palavra “talvez” como um amaciante. 

“Eles podem ter de 10 a 20 watts rodando em algum lugar do meio-oeste para testá-lo. Pode ser. É hipotéticamente falando”, disse o especialista em mineração de bitcoins maliciosamente, ao esclarecer que a questão era de segurança nacional.

Passfolio

De acordo com Gibbs, a mineração de bitcoin pode ajudar os países em desenvolvimento a melhorar seus padrões de vida. Para o conselheiro do governo dos EUA, o plano de bitcoin que El Salvador executou levará a resultados positivos nos próximos 20 a 30 anos. 

Operações secretas

Ao perceber que poderia obter mais informações com o especialista em mineração, Pompliano decidiu fazer uma brincadeira com o entrevistado: ele contaria uma história sobre sigilo e, depois, Gibbs teria que contar outra. Pomp, como é chamado, contou sobre uma agência governamental que já teria se envolvido em mineração de bitcoin nos EUA.

Sem citar o nome da agência, disse que o órgão não conseguia aprovar orçamento para a compra de bitcoin e, então, descobriu que poderia fazê-lo comprando computadores e minerando a criptomoeda, que eles utilizariam para supostas operações secretas.

Segundo Pompliano, ele obteve a informação diretamente com um dos envolvidos na operação, que, segundo ele, começou em 2013. O especialista então convidou Gibbs a compartilhar alguma história do gênero, e ele respondeu: “É assim que você se mete em problemas”.

A conversa entre os dois especialistas no mercado cripto, sendo um deles alguém com participação ativa na área de mineração, sugere que operações de mineração de bitcoin pelo governo dos EUA e de outras grandes economias já estão acontecendo.

Oficialmente, entretanto, nenhuma informação neste sentido já foi confirmada.

O tema ganha ainda mais relevância depois que a China, que era o maior centro de mineração de bitcoin no mundo, baniu a atividade no início do ano. Desde então, as operações do setor saíram do país asiático e migragram para diversas outras regiões. Os EUA se tornaram o principal refúgio dessas empresas, e atualmente detém o maior poder computacional da rede Bitcoin no mundo.

Passfolio