O ministro da economia Paulo Guedes resolveu defender a reforma administrativa de uma forma mais incisiva, chamando funcionários públicos de parasitas.

De acordo com o ministro, cerca de 90% da receita do governo serve para pagar funcionalismo público, por isso o governo está quebrado. Guedes continou:

“O funcionalismo teve aumento de 50% acima da inflação, tem estabilidade de emprego, tem aposentadoria generosa, tem tudo. O hospedeiro está morrendo. O cara virou um parasita e o dinheiro não está chegando no povo”

Segundo Guedes, enquanto a maioria dos brasileiros querem a diminuição de funcionários públicos, eles querem aumento automático no salário.

Para defender a reforma administrativa, o ministro deu como exemplo os Estados Unidos, que ficam anos sem receber aumento, e quando recebem ficam agradecidos.

Enquanto isso no Brasil, “o cara é o obrigado a dar porque [o dinheiro] está carimbado e ainda leva xingamento”, completou Guedes.

Continue lendo: Paulo Guedes diz que bancos centrais estão correndo atrás de blockchain para sobreviver


Recomendado para você, do nosso canal no YouTube: