No dia 18/09 o Atlas Quantum publicou um comunicado mostrando em vídeo o seu saldo nas exchanges Poloniex, HitBTC e Gate.io, onde alegava que estava com valores bloqueados.

Entretanto, as revelações de hoje mostram que tudo pode ter sido apenas uma grande farsa.

O Vídeo era Fake?

A HitBTC comentou em seu perfil oficial no Twitter que o vídeo do Atlas (veja acima) mostrando os saldos na conta é falso:

Não podemos confirmar as reivindicações recentemente publicadas pela Atlas Quantum sobre a HitBTC, visto que não temos contas bloqueadas com saldo igual ou semelhante. Além disso, ainda não recebemos nenhum pedido oficial de assistência da equipe da Atlas Quantum.

Mais tarde,em outro tweet a empresa revelou os erros no vídeo do Atlas:

Como falamos, nós não confirmamos as reivindicações da Atlas Quantum https://t.co/zVSjiD1qx8…. Além do mais, a interface da HitBTC foi forjada, como detalhamos aqui

A exchange de criptomoedas então mostrou duas imagens, a primeira indicando os erros no vídeo do Atlas e a segunda com a plataforma funcionando normalmente.

atlas fake vídeo
atlas fake vídeo

Em comunicado ao portal Cointelegraph, a Gate.io revelou:

Olá, fizemos uma serie de verificações e confirmamos que não temos uma conta com saldo semelhante bloqueado ou limitado no saque. O vídeo sobre o Gate.io é falso.

Eles mudaram o dom (dominio) para fazer um vídeo para enganar as pessoas. Posteriormente publicaremos um twitter sobre esse problema”, disse a Gate.io ao Cointelegraph por meio de uma solicitação.

Como foi feita a fraude?

A provável fraude pode ter sido feita com o uso de plugins como o Tampermonkey, ele permite a injeção de scripts dentro de uma página da web.

Alguns vídeos no Youtube mostram um método ainda mais fácil, uma simples modificação no código da página e uma boa edição de vídeo já seriam o suficiente.

E a suposta auditoria?

Como já comentamos aqui, o Atlas fez uma suposta “auditoria” na qual a auditora Grant Thornton teria confirmado a existência de todos os saldos.

Se os vídeos foram forjados e os saldos não existem, como a Grant Thornton fez a auditoria? Teria o Atlas forjado o ambiente dos auditores?

Procuramos o Atlas para responder essas questões, mas até agora eles não quiseram se pronunciar.