Breaking News  
ICO brasileiro é roubado: mais de 2500 ETH Notícias

ICO brasileiro é roubado: mais de 2500 ETH

Projeto brasileiro sofreu roubo de mais de 1.6 milhão de dólares

Lucas Bassotto
Lucas Bassotto

Péssimo dia para a Taylor

No dia 21 de Maio, a equipe do Smart Taylor foi surpreendida ao chegar no escritório para mais um dia de trabalho. Ao acessarem sua carteira, se deram conta de que todos os seus fundos foram roubados. Precisamente, foram roubados 2578.98 ETH (aprox. 1,6 milhão de dólares) e grande parte dos tokens emitidos durante o ICO, denominados como TAY.

Em nota oficial, informaram que estão realizando uma investigação para encontrar o responsável pelo ataque. Tudo o que se sabe até agora é que foi a mesma pessoa/grupo que hackeou o CypheriumChain (mais de 17 mil ETH roubados). O hacker coletou a quantidade roubada de múltiplas fontes em um único endereço, então transferiu para uma carteira maior.

Depois do roubo, a equipe foi informada de uma tentativa de venda dos tokens roubados na IDEX, então eles solicitaram que a exchage retirasse o TAY da lista até que eles tenham uma visão melhor da situação. Por conta disso, os trades com o token foram paralisados por tempo indeterminado. Também tentaram contactar a equipe da EtherDelta, no entanto, não obtiveram respostas até o momento.

Mais sobre o Smart Taylor

Smart Taylor é um aplicativo que utiliza análise técnica para mapear as melhores oportunidades de trade no mercado. Quando as oportunidades são encontradas, basta o usuário apertar um botão para executar a operação. A princípio o aplicativo operaria os fundos dos clientes na Bitfinex, através de uma API. Seu co-fundador, Fábio Seixas, reside na cidade do Rio de Janeiro. É empreendedor e fundador da Camisetaria e outras empresas de diferentes ramos no setor de serviços.smart taylor hackeado

As vendas públicas de tokens começaram ainda em fevereiro deste ano, arrecadando cerca de 1 milhão de dólares. Cada TAY estava precificado em  0.0007 ETH, desta forma, os usuários utilizariam os tokens para comprar serviços e ativar recursos especiais dentro da plataforma. O usuário que obtivesse 3.000 TAY, garantia acesso permanente ao assistente de trade. A aceitação do projeto era boa, segundo sites especializados em avaliação de ICOs. A oferta de tokens era bem limitada, foram emitidos cerca de 10 milhões de TAYS, no entanto, foram vendidos cerca de 6 milhões. O projeto estava apresentando progresso, a fase de testes já estava em vias de ser disponibilizada para os compradores do token. Em seu site oficial há um vídeo oficial demonstrando o funcionamento do aplicativo.

Diante do ataque, o futuro do projeto é incerto, uma vez que um roubo desta magnitude põe em cheque a confiança do projeto para os investidores e usuários. No entanto, a equipe da Taylor parece comprometida a dar continuidade ao seu produto. A equipe da Cointimes continua acompanhando o caso de perto e desejando sorte ao time da Smart Taylor.

Lucas Bassotto
Lucas Bassotto

Sou Lucas Bassotto, graduando em Economia. Um grande entusiasta do mundo da criptoeconomia. Atualmente trabalho na Foxbit produzindo conteúdo.

O Cointimes utiliza cookies com o objetivo de melhorar sua experiência em nossa página web e adaptar o conteúdo para torná-lo mais útil e acessível. Para mais informações, consulte a nossa política de cookies.