Telegram, um dos projetos mais proeminentes e secretos no espaço da criptomoeda, lançou sua última atualização para investidores sobre o estado de seu desenvolvimento da rede Telegram Open Network (TON).

De acordo com a atualização de um investidor que não quer ser identificado, um resumo sobre a rede disponível abaixo diz que “a estrutura geral da rede TON está agora 90% concluída”.

Com certeza, medir o progresso do desenvolvimento técnico em porcentagens é um processo muito arbitrário. O número atualizado, no entanto, mostra que o Telegram acredita que está progredindo no desenvolvimento de sua rede. A atualização do investidor também mostra que o Telegram atrasou o lançamento da testnet até março de 2019. A data original de lançamento era janeiro de 2019.

Quanto aos planos de listagem em exchanges de criptomoedas, fontes do Telegram disseram ao jornal The Block que o projeto está trabalhando ativamente com empresas para deixar seu token nativo, o GRAM, listado em bolsas asiáticas como Huobi, Binance e OKEx. O Telegram também está trabalhando em possíveis parcerias com e-commerces, varejos e outros serviços online.

A rede TON da Telegram hospedará aplicativos descentralizados, como o Ethereum, a principal plataforma de desenvolvimento de contratos inteligentes. Em 2018, o Telegram captou US $ 1,7 bilhão em uma das maiores ICOs da área de criptomoedas até hoje, vendendo seus tokens GRAM a investidores institucionais, incluindo Benchmark, Sequoia Capital e Kleiner Perkins Caufield & Byers.

TON Telegram IPO

Quem também está na briga para construir uma critpomoeda é o gigante Facebook, que na semana passada contratou uma equipe de especialistas da área. Saiba mais no post abaixo:

Você acha que esse projeto vai dar certo? Seria a GRAM a próxima grande criptomoeda? Estamos acompanhando de perto, fique conosco no canal exclusivo do Cointimes no Telegram -> https://t.me/newscointimes

Fonte – TheBlockcrypto