Passfolio

O Citi acredita que as piores liquidações da área de software podem já podem ter passado neste ano, por isso, o banco acrescentou ações da Microsoft (MSFT) ao topo de sua lista de melhores escolhas, observando que é uma das ações mais expostas a “orçamentos de TI ainda resilientes” com “características defensivas de aplicações híbridas/infra.”

O analista Tyler Radke também disse ter alta convicção no “crescimento sustentado” da Microsoft, liderado pelo impulso em seus negócios de nuvem comercial, e pelo poder de preços a longo prazo.

Segundo ele, o Citi está certo de que as desclassificações no setor acabaram por este ano, mas que as avaliações estão de volta às baixas em comparação a dados de vários anos, o que poderia levar a cortes estimados no segundo semestre do ano.

“A avaliação relativa de software em relação ao S&P 500 e em hipercrescimento chegou à medida em que as taxas de juros a 10 anos subiram dramaticamente. Acreditamos que o pior já passou, mas pode haver um aumento da volatilidade através de riscos às estimativas, com um pano de fundo macro mais fraco.”

disse Radke

O Citi deu à Microsoft uma meta de preço de US $364 por ação, mais de 40% acima do preço no qual as ações fecharam na quinta-feira (23).

Passfolio

Leia também:

Passfolio