Em um post no site da BBC, o repórter de tecnologia e negócios Monty Munford revelou como ele perdeu suas criptomoedas por meio de um erro aparentemente inocente. O tom  do post é claramente de desprezo pela indústria, que ele descreve como “um mundo obscuro“, após o roubo de 25 mil libras na criptomoeda Ether (Ethereum) de sua carteira.

De acordo com o post, ele investiu em meados de 2017 e selecionou a Ethereum ‘imaginando que era um investimento de longo prazo e uma possível fonte de renda extra.’ Anteriormente ele disse que esperava que o Ethereum imitasse a ascensão meteórica do bitcoin. O que não ocorreu, mas que ele esperava que pudesse acontecer em 2018.

Descrevendo a experiência como “absolutamente aterrorizante”, ele acrescentou que optou por uma carteira on-line em oposição a uma exchange, por temer hacks e violações de segurança. Selecionando MyEtherWallet, ele agora tinha chaves públicas e privadas para guardar ETH. Munford estava ciente de que a chave privada precisava ser armazenada com segurança,mas foi aí que ele errou feio:

Então eu imprimi, mas também tomei a decisão fatídica de armazená-lo em meus rascunhos do Gmail, para que eu pudesse copiá-lo e colá-lo quando precisasse fazer uma transação, em vez de digitá-la exaustivamente a cada vez.

Colocar uma chave secreta nos servidores de e-mail do Google, ou em qualquer serviço de e-mail gratuito de terceiros, é como deixar uma chave real na porta de um carro no Rio de Janeiro, com o motor ligado, e não esperar que alguém saia dirigindo ele.

Munford só percebeu o erro quando tentou acessar a carteira mais tarde, depois dela ter sido esvaziada. 

O que fazer quando as criptomoedas são roubadas? 

E existem poucos recursos a serem tomados quando falamos de transações de criptomoedas, infelizmente, ele descobriu isso pelo caminho mais difícil, pois a MEW(a carteira online usada) acessa os tokens diretamente do blockchain. 

Em retrospectiva, teria sido mais seguro usar uma exchange de cripto, muitas das quais agora têm fundos dedicados para cobrir o roubo de suas carteiras.


Sua investigação sobre o crime levou-o para as carteiras da Binance que foram usadas para encaminhar a quantia roubada a outras carteiras. A maior exchange do mundo não respondeu rápido e se mostrou não cooperativa até que os números e relatórios oficiais do crime fossem obtidos. Sentindo-se desanimado, ele então contatou os caçadores de recompensas dos EUA, CipherBlade, que trabalham com o FBI para rastrear os criminosos.

Com isso, mais informações sobre o roubo foram reveladas, mas as chances de recuperar o Ether perdido são mínimas.

 A engenharia social ou um golpe de phishing pode ter sido usado para acessar a conta do Gmail ou o malware pode ter espionado as ações de digitar ou copiar / colar. De qualquer maneira, esse investidor de criptomoedas não voltará, rotulando o mercado como um “bazar selvagem onde os criminosos podem pegar do seu bolso à vontade“.

O post, apesar de amargurado e culpado por toda a experiência, é um aviso gritante sobre a importância de proteger suas chaves privadas e não depender de fornecedores de e-mail de terceiros para fazer isso por você.

Descubra qual a melhor carteira de Bitcoin para você respondendo algumas perguntas e não perca seu dinheiro investido.

Fonte: Bitcoinist