Depois de descobrirem que o esquema de pirâmide chamado de “Bitcoin Wallets” estava insolvente, um grupo de “investidores” resolveu se vingar do líder do esquema, roubando e queimando sua casa.

O ponzi Bitcoin Wallets funcionava principalmente na África do Sul, ele prometia lucros de 100% em 15 dias, um número completamente fora do normal até para grandes empresas de investimentos.

Claro, com um número tão absurdo diversas pessoas começaram desconfiar do esquema, levando o head da empresa – Sphele ‘Sgumza’ Mbatha- a ir na rádio local defender o golpe.

Como toda mentira não dura muito, Mbatha veio a público e anunciou que foi vítima de um “hack” e que os moradores da região deveriam parar de usar os serviços da plataforma Bitcoin Wallets. O público não acreditou e ontem (10 de julho) uma multidão começou a se formar na sede da Bitcoin Wallets e na casa de Mbatha, todos procurando os mais de 2 milhões de rands que passaram pela empresa.

multidão na sede da BTC Wallets Ponzi
Multidão na sede da Bitcoin Wallets

O resultado? A multidão atacou, roubou e queimou a casa de Mbatha. O vídeo abaixo mostra uma multidão furiosa em volta da casa de Sgumza:

Corpo de Bombeiros na casa de Sgumza

Esquemas de pirâmide são uma verdadeira praga para o ecossistema de criptomoedas, eles aliam o desconhecimento sobre esse novo ativo com as histórias de altos lucros para enganar a população.

Em alguns casos eles até mesmo fazem propagandas em rádios e redes de Tv famosas, como aconteceu com a pirâmide do gado, que passou em horário nobre na Globo.

Para saber como não cair em uma pirâmide e ouvir a história dos esquemas mais famosos do mundo, ouça nosso Podcast sobre o tema:


Quer lucrar com Bitcoin de verdade e sem cair em esquemas de pirâmide? O primeiro passo é entender de verdade tudo sobre esse novo ativo, todas as informações que você precisa estão na maior publicação sobre o Bitcoin no Brasil, o Cointimes Report Bitcoin:

Fonte: Coinspice