A empresa latino-americana de comércio digital, Mercado Livre, disse em um documento regulatório na quarta-feira que agora detém bitcoin em seu balanço patrimonial.

De acordo com um comunicado à imprensa anunciando seus resultados do primeiro trimestre de 2021, a empresa disse que “faz parte de nossa estratégia de tesouraria neste trimestre, compramos US$ 7,8 milhões em bitcoin, um ativo digital que estamos divulgando em nossos ativos intangíveis de duração indefinida.”

O momento exato da compra não está claro, embora os resultados financeiros cubram o primeiro trimestre encerrado em 31 de março de 2021. Em real, o montante investido pela empresa argentina equivale a aproximadamente 40 milhões.

Ao fazer isso, a empresa se torna a mais recente empresa de capital aberto a adicionar bitcoin ao seu balanço patrimonial. A longa lista inclui a montadora Tesla e a empresa de pagamentos Square.

O Mercado Livre, que é negociado na Nasdaq sob o ticker MEDI, tem uma capitalização de mercado de mais de 76 bilhões de dólares. Na Argentina, onde é conhecida por MercadoLibre, a empresa já começou a implementar o bitcoin como forma de pagamentos para imóveis.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das maiores exchanges do Brasil e do mundo, e compre Bitcoin, Ethereum, USDT e outras principais criptomoedas pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!