O prefeito de Miami Francis Suarez do Partido Republicano anunciou ontem o lançamento da Miamicoin, projeto que será usado para beneficiar os serviços públicos da cidade norte-americana.

Principais pontos da matéria:

  • Miami quer se tornar a capital do Bitcoin no mundo;
  • Miamicoin usará o bitcoin como layer base;
  • “Mineração” renderá BTC e STX segundo página oficial do projeto;

Com o banimento da mineração de bitcoin na China, muitas cidades abriram as portas para os mineradores da criptomoeda em busca de geração de empregos qualificados que são necessários para gestão de uma fazenda de mineração. Uma das cidades que mais se destacou foi Miami, onde o próprio prefeito anunciou que estava de braços abertos para os sobreviventes da diáspora chinesa. 

Suarez não quer apenas trazer os mineradores para Miami, ele sonha em tornar a cidade a Meca dos bitcoiners.

“É por isso que entrei nas criptomoedas, e é por isso que houve uma resposta tão maluca, porque [as pessoas] viram que o governo não era contra; o governo não estava tentando matar o mercado”, disse o prefeito. “Pelo contrário … a cidade de Miami entende como é fundamentalmente importante para o nosso futuro e como pode mudar o paradigma na forma como as pessoas vivem suas vidas.”

Miamicoin será usada para ajudar nos serviços públicos

Prefeito de Miami em entrevista para a Fox Business
Prefeito de Miami em entrevista para a Fox Business

Em entrevista para a Fox Business, Francis afirmou que a Miamicoin terá um sistema no qual 70% das moedas mineradas vão para os mineradores, enquanto 30% é direcionado para a cidade.

“Uma porcentagem das moedas mineradas são doadas para a cidade de Miami pelo próprio protocolo. A cidade de Miami poderia ganhar milhões de dólares como resultado da popularidade da Miamicoin” , afirmou o prefeito.

Os fundos podem ser utilizados para aumentar o policiamento e segurança da cidade, diminuir a quantidade de moradores de rua e melhorar a qualidade de vida dos residentes, segundo Suarez.

“… obviamente Miami se tornou, e já falamos sobre isso muitas vezes em seu programa, a capital bitcoin do mundo; e estamos nos concentrando em diferenciar nossa economia criando uma nova onda de produtos tecnológicos que incentivará as pessoas a se mudarem para Miami e fazerem parte de nosso ecossistema de tecnologia.”

Quais a vantagens da Miamicoin?

A moeda estatal será liberada para mineração a partir do dia 3 de agosto e inaugurará a categoria de “City Coin”, criptoativos geridos ou criados por cidades.

Tecnicamente, a Miamicoin foi construída utilizando como base o blockchain do Bitcoin através do projeto Stacks, criado para dar habilidades de contratos inteligentes avançados usando BTC. Apesar de ter o próprio token chamado de STX, a Stacks usa o Bitcoin como Layer base.

“No lançamento, qualquer um pode competir para extrair $MIA. Os mineiros podem competir para minerar MiamiCoin encaminhando STX para um contrato inteligente na Stacks, no qual em um momento o vencedor do bloco será escolhido aleatoriamente ponderado pela quantidade de STX encaminhado.”, explica a página oficial do projeto.

Além de contar com o apoio da prefeitura, a Miamicoin ($MIA) renderá tokens STX e Bitcoins, como em um protocolo de DeFi. 

“No lançamento, o benefício do MiamiCoin será a geração de rendimentos em STX e BTC. No entanto, o MiamiCoin é programável e terá utilidade adicional com o tempo. Os desenvolvedores criarão aplicativos que usam MiamiCoin para controle de acesso (para espaços digitais ou físicos), negociação, empréstimo, execução inteligente de contratos e muito mais.”

Fonte: Fox Business e City Coins

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br