Hoje (26), a Core Scientific anunciou uma parceria com a Bitmain para facilitar a compra de 17.595 novas máquinas de mineração de bitcoin em nome de sua crescente lista de clientes, bem como de suas próprias necessidades operacionais.

O contrato da Core Scientific com a Bitmain significa o maior número de máquinas S19 compradas por uma única empresa de hospedagem de blockchain e reafirma sua posição como o maior provedor de hospedagem do mercado.

Mercado de mineração nos Estados Unidos cresce

As S19 Antminers representam o mais novo modelo de máquinas de mineração digital da Bitmain, que serão recebidos e implantados nos 60851 metros quadrados de centros de dados da Core Scientific localizados nos Estados Unidos nos próximos quatro meses.

Esta última geração de mineradores SHA256 de Circuito Integrado de Aplicação Específica (“ASIC”) da Bitmain permite operações de mineração com maior eficiência energética do que os modelos Bitmain anteriores e outros mineradores ASIC atualmente disponíveis.

Dessa forma, mais hashes são tentados por segundo na procura de um novo bloco válido (aceito pelo algoritmo de dificuldade de mineração atual) usando a mesma quantidade de energia elétrica.

O aumento do “hashrate americano” pode significar uma maior descentralização para a rede Bitcoin, que atualmente concentra maior parte do poder de mineração na China.

Por fim, Kevin Turner, Presidente e CEO da Core Scientific, também comentou sobre o aumento do interesse institucional por investimentos relacionados a criptomoeda:

“Nossas compras em andamento em meio a essa pandemia global demonstraram a capacidade de nossa equipe de atender com êxito nossa lista crescente de clientes institucionais com os equipamentos mais novos e mais eficientes e hospedá-los nas melhores instalações da América do Norte.”

Veja também: Minerar Bitcoin em casa, vale a pena?