O Bitfury Group está planejando realizar IPO nos próximos 12 meses, relatou o The Telegraph.

O IPO da empresa de mineração de bitcoin seria a maior estreia corporativa da Europa relacionada à criptomoedas.

Alguns apoiadores da Bitfury incluem Galaxy Digital, de Mike Novogratz, e o banco de investimento australiano Macquarie.

A Bitfury estaria buscando o conselho da Deloitte, uma consultoria com sede em Nova York, para avaliar se está pronta para ir a público, de acordo com o The Telegraph.

A empresa de mineração, com sede na Holanda, foi avaliada em cerca de US$ 1 bilhão em sua última arrecadação de investimetnos, conforme relatou o The Telegraph, citando documentos da empresa.

Desde a sua criação em 2011, a Bitfury tem sido uma empresa líder em tecnologia de blockchain de serviço completo.

É também um dos maiores provedores de infraestrutura privada no ecossistema de blockchain.

Em março de 2021, a Bitfury formou uma subsidiária com sede nos Estados Unidos, Cipher Mining, que abrirá o capital em uma fusão com a empresa de cheque em branco Good Works Acquisition.

O negócio avalia a entidade combinada em US $ 2 bilhões, com a Bitfury como acionista minoritária.

A decisão da Bitfury de abrir o capital ocorre em meio a um período tenso para as criptos, principalmente no que diz respeito à mineração, que tem sido criticada por seu alto uso de energia.

A mineração de criptografia no início deste ano foi proibida na China, que respondia por mais de 50% da atividade global, forçando muitas empresas de mineração a realocar suas operações para outros países.

Especialistas dizem que o lado bom disso foi espalhar o hashrate de bitcoin de maneira mais uniforme pelo globo, acalmando as preocupações de que a mineração estava muito concentrada em apenas alguns lugares.

Leia mais:

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br