O bitcoin apresentou valorização de 8,89% em agosto, configurando o melhor investimento do mês no Brasil. O mais conhecido dos criptoativos ficou à frente do dólar (5,06%) e do ouro (4,42%).

Segundo Safiri Felix, diretor-executivo da Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto), a valorização do BTC é resultado de um aumento da demanda causada pela pandemia e à massiva injeção de liquidez promovida pelos bancos centrais, o que fez investidores buscarem ativos escassos.

“O bitcoin está reagindo bem e ganha relevância como alternativa de diversificação para investidores. A perspectiva é bastante positiva, o mercado tem demonstrado robustez e o bitcoin pode voltar a suas máximas históricas ainda em 2020”, declara Felix.

A orientação do executivo é que os investidores façam aportes gradativos de acordo com seu apetite por risco, considerando que os criptoativos são extremamente voláteis e sujeitos a riscos específicos que os distinguem de outros investimentos tradicionais.

A expectativa da ABCripto é de que os criptoativos movimentem mais de R$ 100 bilhões ao longo de 2020 no país. A entidade reúne as empresas responsáveis por cerca de 80% do volume de transações com ativos digitais no Brasil: BitPreço, Foxbit, Mercado Bitcoin, NovaDax e Ripio.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

“O mercado cripto brasileiro está mais maduro e tem ganho legitimidade como um investimento alternativo, se estabelecendo como um ouro digital”, diz Felix.

A ABCripto lançou recentemente o Código de Autorregulação do setor, colaborando com o aperfeiçoamento das práticas operacionais e adequação de padrões de compliance, ajudando a preencher a lacuna regulatória do setor e a aumentando os mecanismos de proteção e segurança dos participantes do mercado.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!