O Loopring (LRC) é um protocolo de código aberto criado para servir como uma corretora descentralizada usando como base de segurança o Ethereum, sendo vista como uma segunda camada. 

Utilizando a tecnologia de zkRollups a rede consegue taxas mais baratas que o Ethereum e com smart contracts valida milhares de transações no Ethereum. Dessa forma, a Loopring combina o melhor do mercado de exchanges centralizadas (CEX) com suas taxas baixas e a transparência de um protocolo aberto e verificável. 

Como a Loopring funciona?

Com este protocolo é possível criar NFTs, fazer transferências e trades de tokens do Ethereum de forma barata.

Como isso é possível visto que as transações no Ethereum são extremamente caras? A tecnologia de “zk Rollups” é o segredo. 

O que são zkRollups?

É uma solução de escalabilidade para o Ethereum. Ela consegue escalar, pois trás o trabalho pesado de computar e criar transações fora da rede principal do Ethereum. Contudo, a segurança e mantida devido às provas de criptográficas que validam milhares de transações por meio de um smart contract no Ethereum.

Ou seja, o blockchain do Ethereum cria um atestado de validade nas transações da rede off-chain da Loopring. Os usuários se beneficiam de uma solução não custodiante, rápida e segura. 

Por essas características, a Loopring consegue fazer de ~ 100 a ~200 vezes mais transações que o Ethereum a um custo inferior e maior segurança que outras soluções. A página oficial do projeto afirma a capacidade de 2025 transações por segundo.

 Como os dados são submetidos ao blockchain podemos dizer que a segurança é semelhante a do próprio Ethereum.

Já as ordens do livro de ofertas são feitas por meio de um método chamado de order ring (ordem de anel), onde pode ser feita uma triangulação entre ordens e ativos diferentes para fechar um conjunto de transações. 

Os mineradores dessas transações são os ring-miners e recebem uma porcentagem do trade, quase como market makers. Como resultado, os próprios participantes da rede tendem a dar liquidez para a solução. 

É devido aos ring miners e sistema de ring orders que a criptomoeda é chamada de Loopring.

Riscos de segurança do protocolo

Entretanto, há características e riscos aos quais os usuários devem ficar atentos. 

A Loopring funciona por meio de um relayer para levar as transações da rede para o blockchain. Esse relayer é operado pelos criadores do projeto e é de código fechado, sendo um importante ponto de fragilidade. 

Vale ressaltar que o protocolo pode conter erros, levando potencialmente até mesmo à perda de fundos ou no mínimo o travamento da rede. 

Quem criou a Loopring?

O fundador da Fundação Loopring e idealizador do projeto é o chinês Daniel Wang, um engenheiro de software com bacharel em Ciências da Computação pela Universidade de Ciência e Tecnologia da China. 

Wang trabalhou na JD.com, Boston Scientific e fundou as companhias Yunrang Information e a Coinport Technology Ltd. 

Parcerias da Loopring e crescimento

A solução tem ganho destaque com a recente parceria com a empresa GameStop para a criação de um marketrplace de NFTs. 

O número de carteiras ultrapassou os 25.000 em 22 de março de 2022, segundo dados da Dune Analytics:

Gráfico de crescimento de carteiras na Loopring por Dune Analytics

Onde comprar e guardar LRC?

O LRC pode ser guardado em carteiras como a MetaMask que se comunica com uma interface web para permitir transações na rede Loopring. O token LRC permite o pagamento de taxas e é fundamental para o funcionamento desta camada de escalabilidade.

A LRC está disponível no Brasil na Novadax com o par real e em corretoras como Binance, Kucoin e Gate.io em diferentes pares.  

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br