Depois das prisões dos líderes da Unick Forex, chegou a hora do Polícia Federal contar o que restou nas contas da Unick Forex.


++ O que vai acontecer com o dinheiro da Unick Forex?


Segundo a PF, foram encontrados R$ 200 milhões em contas bancárias relacionadas a Unick. Além desse valor em moeda estatal, foi descoberto também R$53 milhões em criptomoedas, provavelmente em exchanges.

Unick, dinheiro que não acaba mais

Os valores foram bloqueados, em conjunto com R$747 mil apreendidos em espécie e R$ 85 mil em moedas estrangeiras.

Além de todos esses valores, 48 carros foram apreendidos, totalizando R$6 milhões. Entre os vários veículos, havia um Porsche Pnamera, uma Range Rover Velar e duas BMW X6.

Outros recursos ainda estão sendo avaliados pela Polícia, como diversas jóias, por isso ainda poderemos ver esse valor subindo.

A pirâmide conseguiu atrair mais de 1 milhão de clientes e prometia lucros absurdos de 1% a 2% ao dia, os ganhos viriam de supostas operações no mercado Forex.

É claro que a pirâmide não iria se sustentar para sempre, há poucos meses diversos clientes começaram a ter problemas de atrasos nos saques. Até a Polícia Federal dar o golpe final no esquema.

Os chefes da Unick foram presos na operação Lamanai, efetuada no dia 17 de outubro.

++ Operação Lamanai prende líderes da Unick Forex

Ovelha em pele de cordeiro

Após notificações da CVM, a Unick Forex mudou seu nome para Unick Academy. A ideia era fingir que vendia material educativo, enquanto rodava um esquema de pirâmide.

Entretanto PF e a CVM não foram enganadas, mas muitos clientes acreditam que a Unick era uma empresa de edução. Eles chegaram a criar um abaixo-assinado pedindo liberdade para os líderes do esquema.


Saiba como não cair em pirâmides financeiras com o podcast Conexão Satoshi:

Não esqueça de seguir o Cointimes nas redes sociais – TwitterFacebook, YoutubeInstagram.