Uma força tarefa internacional conseguiu se infiltrar em uma rede de telefones criptografada com mais de 60 mil usuários, resultando na apreensão de milhões de dólares em drogas e a apreensão de mais de 100 suspeitos.

A Europol, UK NCA, Eurojust e diversas outras autoridades anunciaram na quarta-feira passada que conseguiram se infiltrar e destruir em uma rede de telefones criptografados que era usado por mega organizações criminosas no mundo todo.

O “WhatsApp da Deep Web” era chamado de Encrochat, descrito como “um dos maiores provedores de comunicação criptografada” pela National Crime Agency do Reino Unido. Além de prover software de comunicação, o Encrochat criava smartphones personalizados para a privacidade com gps retirado fisicamente dos telefones, assim como microfones e câmeras.

Foto de mensagem do Encrochat
Foto de mensagem de aviso do Encrochat para usuários, avisando que o “domínio foi ilegalmente confiscado pelo governo”.

A versão do Android contava até um botão de “pânico” e um sistema de PIN que apagava todos os dados do telefone após algumas tentativas erradas. A companhia vendia seus telefones por indicação e em um modelo de assinatura que custava milhares de dólares por ano.


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Segundo a Vice, a Polícia criou um malware para se infiltrar na rede criptografada. No dia 13 de junho, a plataforma percebeu que teve sua segurança penetrada e pediu para os usuários jogarem fora os aparelhos. 

Mas já era tarde demais, por meses os investigadores foram capazes de interceptar milhares de mensagens com conteúdo comprometedor. Como resultado, vários criminosos foram presos. 

Somente na Holanda “até agora a investigação levou à prisão de mais de 100 suspeitos, à apreensão de drogas (mais de 8.000 quilos de cocaína e 1.200 quilos de metanfetamina), ao desmantelamento de 19 laboratórios de drogas sintéticas, à apreensão de dezenas de armas de fogo (automáticas), relógios caros e 25 carros, incluindo veículos com compartimentos ocultos, e quase 20 milhões de euros em dinheiro”, disseram as autoridades em comunicado à imprensa.

quilos de cocaína apreendidos pela polícia
Foto de quilos de cocaína apreendidos pela polícia | Imagem: SWROCU

Mas nem todos usavam a ferramenta para fins ilícitos, muitas conversas de ativistas e negócios foram comprometidas pelas autoridades e agora circulam em processos judiciais.

Para eles, mesmo com a privacidade infringida, o governo francês mandou um recado “os usuários que afirmam ser de boa fé e desejam excluir seus dados pessoais dos procedimentos legais podem enviar sua solicitação ao departamento de investigação”.


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!