Passfolio

Enquanto o mercado mais amplo continua com medo de uma recessão, as ações de energia sofrem uma pressão cada vez maior, mas o Warren Buffett está tirando vantagem da queda nos preços.

Berkshire Hathaway, conglomerado sob o nome de Buffett, comprou mais US $44 milhões em ações da Occidental Petroleum (OXY) em 23 de junho, de acordo com documentos da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA.

Como informado pelo Cointimes, o Berkshire Hathaway (BRK) já havia comprado 9,55 milhões de ações da Occidental na semana anterior a 22 de junho, com um custo de cerca de US $529 milhões.

Com a compra mais recente, a participação total do Berkshire na Occidental subiu para 153,5 milhões de ações, avaliadas em pouco mais de US $9 bilhões, com base no preço de fechamento das ações na segunda-feira.

Passfolio

As ações da Occidental caíram 17% durante o mês passado, mas quase dobraram até agora em 2022. O desempenho da empresa é uma representação mais extrema dos retornos do setor de energia em geral, que ainda é o único a não entrar no vermelho esse ano.

Especialistas sugerem que parte da razão da queda recente é que os investidores tiveram que vender boas ações de energia para cobrir perdas em outros lugares.

O Credit Suisse está entre as empresas que acreditam que a atual retração é um ponto de entrada atraente, dizendo aos clientes que “embora compreendamos as preocupações com a recessão, a menos que vejamos uma recessão global que tenha um impacto severo sobre a demanda, acreditamos que a configuração permanece muito forte e os preços elevados das commodities continuarão a proporcionar ganhos.”

O Credit Suisse favorece a Exxon (XOM) e a Chevron (CVX) entre os participantes integrados, enquanto a Valero (VLO) e a Marathon Petroleum (MPC) são refinarias atraentes.

Saiba mais: Citigroup acredita em 50% de chances de uma recessão global

Goldman Sachs reforçou este ponto, observando que compras efetuadas em cada uma das quedas anteriores em abril, agosto e novembro de 2021 produziram fortes resultados. Jeff Currie, o responsável global de pesquisa de commodities da empresa, disse que a configuração em todo o setor de energia continua “incrivelmente alta.”

Goldman favorece a Schlumberger (SLB) dentro do setor de serviços de energia.

A empresa de consultoria Evercore ISI disse que investidores devem favorecer empresas de grande porte com balanços líquidos e que se beneficiem de fluxos passivos para os fundos de energia, com EOG Resources (EOG), Diamondback Energy (FANG) e Exxon entre os principais nomes.

“Nosso ponto de vista continua a ser de que a energia recupera o seu lugar no mercado com base no valor relativo, nos retornos crescentes e na relevância, particularmente à medida que a natureza estrutural/plurianual do desafio enfrentado a montante se torna mais clara,” disse a empresa em nota aos clientes, acrescentando que “a volatilidade deve ser esperada, mas a tendência continua sendo positiva por enquanto.”

Para começar a investir em ações norte-americanas, crie uma conta na Passfolio, parceira oficial do Stocktimes.

Leia também:

Passfolio