Jerome Powell, presidente do Banco Central dos Estados Unidos (FED) declarou ontem ser a favor da privacidade em moedas digitais.

“Uma ledger em que você sabe os pagamentos de todos não é algo que seria particularmente atraente no contexto dos EUA”

A afirmação de Powell pode ser uma alfinetada ao modelo do Bitcoin, um livro razão transparente no qual é possível ver todas as transações de todos.

Enquanto Jerome declarava isso a comunidade da criptomoeda Monero comemorava a afirmação. A moeda tem um livro razão obscurecido por técnicas de criptografia, garantindo privacidade e anonimato aos seus usuários.

No momento em que escrevemos, o Monero já subiu 10% nas últimas 24 horas.