Cansado de perder dinheiro para bots de mineradores no blockchain do Ethereum, um programador resolve se vingar e criar um “vírus” no blockchain, o Salmonella. 

Se você leu nosso texto sobre “como pegar emprestado 1 milhão de dólares” sem ter crédito na praça sabe que os experimentos de finanças no blockchain estão a todo vapor. Nas corretoras descentralizadas, por exemplo, você pode comprar e vender ativos digitais usando contratos auto-executáveis.

Sem custódia ou envolvimento de terceiros, comprar nessas corretoras descentralizadas como Uniswap parece relativamente seguro – mesmo com os riscos inerentes a usar uma tecnologia nova. Somente parece, pois alguns mineradores de Ethereum descobriram uma maneira única de manipular os preços, o trading de ‘sanduíche’.

Ataque ou trading de sandwich no Ethereum

O trade de sandwich é uma estratégia que envolve colocar uma ordem antes e depois da vítima fazer a negociação, criando uma diferença de preço nas corretoras descentralizadas- o slippage. As transações no blockchain são públicas, dessa forma algum robô pode verificar se você vai comprar um ativo na Uniswap, comprar antes e te vender com um preço inflado. 


Quer ganhar Bitcoins?
A gente te ajuda nisso.
Abra uma conta grátis!


 

Esta estratégia seria extremamente arriscada, mas os riscos caem se você for o minerador a organizar essas ordens. Entretanto, o hashrate de cada minerador dá uma probabilidade pequena dele conseguir um determinado bloco, ou seja, nem sempre o ataque dará certo. A não ser que você se una com outros mineradores para aumentar o lucro com as fees e receber um enorme bônus dos spreads com mais chances de manipular efetivamente as transações.

É isso que aconteceu com um grupo envolvido na mineração pela pool Ethermine. Este grupo teria conquistado centenas de ethers com um combos de vários sandwichs por bloco. Movimento sujo!

Salmonella no sandwich

Cansado de ver tantos sanduíches por aí, o desenvolvedor CodeForce criou o token Salmonella. 

“A premissa do contrato de Salmonella é muito simples. É um token ERC20 regular, que se comporta exatamente como qualquer outro token ERC20 em casos normais de uso. No entanto, ele tem alguma lógica especial para detectar quando alguém além do proprietário especificado está transacionando-o, e nessas situações ele só devolve 10% do valor especificado – apesar de emitir registros de eventos que correspondem a uma negociação do valor total.”

Então CodeForce arquitetou a habilidade de cancelar trades e mudar o preço da fee para transações e reiniciar o estado da sua pool na Uniswap. Por fim, bastou criar algumas transações falsas na mempool, ir para o trabalho, tomar um café e voltar para conferir o resultado.

Comendo o sanduíche contaminado no Ethereum

homem comendo sanduíche contaminado
Fonte: Sander Dalhuisen em Unsplash

O vírus da Salmonella estava pronto e ele teria um gosto doentio nos sanduíches do Ethereum. Apenas nas primeiras horas os traders gulosos perderam 68 ETH ou o equivalente a R$693.544,24.  Poucas horas depois outros mineradores morderam a isca e perderam outros 35 ETH.

“Nada é livre de riscos na blockchain, e estratégias de negociação exploratórias, como negociação de sanduíches e front-running, na verdade, aumentam em risco quanto mais o engenheiro tenta generalizar sua capacidade de capturar oportunidades.”

– afirmou CodeForce. 

O programador ainda deixou um recado para os “degenerados” das Finanças Descentralizadas (DeFi): 

“Em suma, uma experiência divertida, que agora apresento à comunidade como precaução. Ser um degenerado DeFi é muito divertido, mas tenha cuidado na sua negociação – porque este jogo é altamente perigoso.”


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!