Com toda a polêmica sobre o aumento de salário do STF, resolvemos pegar o custo dos nossos amados ministros e calcular seus salários em bitcoin.

Recentemente o Senado Federal aprovou o “reajuste”  salarial dos ministros do STF. O aumento foi de 16,3%, fazendo os salários subirem de 33,7 mil para 39,3 mil reais. Para o aumento se concretizar é necessário o aval do presidente Michel Temer.

A história do aumento de salários

Ricardo Lewandowski STF
Fonte:osul

Os ministros do STF fazem parte de uma seleta minoria no Brasil, além de ganharem um salário bem acima da média dos brasileiros, eles podem requerer um aumento salarial a qualquer momento.

E foi isso que eles fizeram nesse ano, aliás, vamos citar os nomes dos ministros que querem aumentar o próprio salário. Seria injusto não falar a opinião dos nossos ministros, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux e Alexandre de Moraes votaram pelo aumento. Já Cármen Lúcia, votou contra o reajuste, assim como os ministros Edson Fachin, Rosa Weber e Celso de Mello.

Aqueles que defendem o aumento dizem que os salários não são reajustados desde 2015. O ministro Ricardo Lewandowski chegou a afirmar que estava preocupado com o “estado de penúria” dos servidores aposentados do supremo. Vale lembrar que os juízes se aposentam com o mesmo salário que recebiam enquanto exerciam o cargo.

Os opositores ao aumento falam dos prejuízos bilionários que o Estado brasileiro terá com esse reajuste, pois, os salários de outros servidores públicos são baseados nos ministros do supremo. Alguns especialistas falam em um aumento de R$ 4 bilhões nas contas públicas.

Quanto os ministros do STF custaram para o povo brasileiro?

Fomos até o site do STF para levantar essas informações, calculamos o salário bruto de cada um dos ministros e o salário liquido durante todo ano de 2017.

Gilmar mendes salário em bitcoin
Quanto Gilmar Mendes custou em bitcoins?

Vamos pegar de exemplo o ministro Gilmar Mendes. Ele ganhou um salário liquido de 12,27 bitcoins em 2017,o equivalente a  R$ 309013,29

Os salários dos 11 ministros do STF custaram aos cofres públicos o equivalente a 212 bitcoins (R$5.158.903,97) por ano, segundo cotação da Foxbit.

Mas calma, lembra que eu falei lá em cima que os salários dos ministros não se alteram na aposentadoria? Pois é, tenho uma péssima notícia para você pagador de impostos, além dos 11 ministros, você sustentou outros 15 em 2017. Os ministro aposentados custam muito caro aos cofres públicos.

E sabe quanto eles custaram? Aproximadamente 255 bitcoins ou ~ 6 milhões de reais.

Somando todos os salários, só em 2017, os ministros do STF custaram 466 bitcoins.

salário dos ministros em bitcoin

 

Vale lembrar que o salário é só a ponta do iceberg.

Não colocamos na conta os benefícios, pois o portal do STF não ajudou muito nas buscas, mas sabemos muito bem que eles têm auxílio alimentação, auxílio moradia, auxílio pré-escola, auxilio transporte, auxilio natalidade, auxílio Bolsa de Estudo Línguas Estrangeiras e auxilio Bolsa de Estudo Pós-Graduação. Ufa, é muito auxilio.

Uma vida de ̶r̶e̶i̶  ministro?

O atual teto atual é 35 vezes maior do que o salário mínimo. Se formos comparar com o salário médio do trabalhador brasileiro a diferença é ainda é abissal, 16 vezes.

A suprema corte da União Europeia tem uma diferença salarial de apenas 4,5 vezes a de um trabalhador médio.

E não é apenas uma diferença de proporção, os nossos magistrados ganham mais do que os seus pares europeus , segundo dados da BBC.

Segundo reportagem da Gazeta do Povo, os ministros do STF utilizam carros oficiais do modelo Hyunday Azera.

Mas claramente os ministros não iriam dirigir tais carros,que chegam a custar até R$150 mil, os motoristas custaram aos cofres públicos 1,45 milhões (só nos primeiros 4 meses de 2017).

ministros stf

Se extrapolarmos os valores de custos com combustíveis e motoristas, temos um total de 5,8 milhões de gastos apenas com a frota.

Abaixo-assinado do Partido Novo

Querendo impedir esse aumento, o Partido Novo lançou um abaixo-assinado online.

“O plano dos parlamentares é aumentar o salário dos ministros do STF para ampliar o teto constitucional, assim conseguem aumentar os próprios salários e os de outras funções públicas. Isso causa um efeito cascata e retroativo que o Brasil não suporta mais, com graves consequências posteriores para estados e municípios, muitos já em situação de calamidade financeira.”, diz trecho da proposta.

Já são mais de 2 milhões de assinaturas e o número não para de crescer.

Quer receber mais conteúdos sobre investimentos e outras curiosidades econômicas? Se inscreva no canal do Cointimes no Telegram, é só acessar https://t.me/newscointimes.  Se mantenha atualizado também pelo – FacebookTwitterInstagram.