O rapper de “Gucci Gang”, Lil Pump, é a celebridade mais recente a mergulhar no reino dos tokens sociais com a listagem de seu “PumpCoin” na plataforma Fyooz.

Lil Pump, cujo nome verdadeiro é Gazzy Garcia, aposta que seus 25 milhões de seguidores nas redes sociais se apropriem de um “PumpCoin”, que, semelhante a uma recente série de experimentos com tokens sociais, dará aos fãs acesso exclusivo ao cantor. De acordo com o site Fyooz, “os detentores dos tokens PumpCoin terão a oportunidade de jogar Call of Duty ou NBA 2k21 ao vivo com Lil Pump.”

Nunca houve uma necessidade maior de artistas e fãs encontrarem uma nova maneira de se envolver, dada a falta de eventos da indústria de fechamentos relacionados ao COVID”, disse Remo Prinz, co-fundador da Fyooz, com sede em Zurique, em um comunicado. “Os tokens sociais são uma forma de artistas e outras personalidades monetizarem potencialmente o envolvimento dos fãs.

Mas ele não foi o único artista a se aventurar no mundo das criptomoedas com um token próprio.

A venda da YachtyCoin na semana passada arrecadou pelo menos US$ 276.000 para o rapper nascido em Atlanta. O colecionável digital de Lil Yachty foi vendido por US$ 16.050 esta semana para Bill Lee, um sócio geral da empresa de capital de risco Craft Ventures.

Isso segue uma tendência de leilões NFT chamativos por músicos de alto nível. O DJ canadense Deadmau5 lançou uma série de colecionáveis ​​digitais esta semana, RAREZ, no valor de cerca de US$ 100.000. Na quarta-feira à noite, uma peça da coleção chamada “In Titan’s Light” foi vendida por 78 ETH ($ 50.039) na plataforma NFT SuperRare.

Leia mais: “Inflação está mal calculada”, diz Luis Stuhlberger, CEO do Fundo Verde

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br