O rapper de “Gucci Gang”, Lil Pump, é a celebridade mais recente a mergulhar no reino dos tokens sociais com a listagem de seu “PumpCoin” na plataforma Fyooz.

Lil Pump, cujo nome verdadeiro é Gazzy Garcia, aposta que seus 25 milhões de seguidores nas redes sociais se apropriem de um “PumpCoin”, que, semelhante a uma recente série de experimentos com tokens sociais, dará aos fãs acesso exclusivo ao cantor. De acordo com o site Fyooz, “os detentores dos tokens PumpCoin terão a oportunidade de jogar Call of Duty ou NBA 2k21 ao vivo com Lil Pump.”

Nunca houve uma necessidade maior de artistas e fãs encontrarem uma nova maneira de se envolver, dada a falta de eventos da indústria de fechamentos relacionados ao COVID”, disse Remo Prinz, co-fundador da Fyooz, com sede em Zurique, em um comunicado. “Os tokens sociais são uma forma de artistas e outras personalidades monetizarem potencialmente o envolvimento dos fãs.

Mas ele não foi o único artista a se aventurar no mundo das criptomoedas com um token próprio.

A venda da YachtyCoin na semana passada arrecadou pelo menos US$ 276.000 para o rapper nascido em Atlanta. O colecionável digital de Lil Yachty foi vendido por US$ 16.050 esta semana para Bill Lee, um sócio geral da empresa de capital de risco Craft Ventures.

Cointimes Awards

Isso segue uma tendência de leilões NFT chamativos por músicos de alto nível. O DJ canadense Deadmau5 lançou uma série de colecionáveis ​​digitais esta semana, RAREZ, no valor de cerca de US$ 100.000. Na quarta-feira à noite, uma peça da coleção chamada “In Titan’s Light” foi vendida por 78 ETH ($ 50.039) na plataforma NFT SuperRare.

Leia mais: “Inflação está mal calculada”, diz Luis Stuhlberger, CEO do Fundo Verde


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br