O Real está quebrando todos os recordes e hoje já conseguiu mais um, a moeda brasileira bateu a marca de R$4,65 no dólar comercial e R$5,71 no turismo.

De acordo com a Bloomberg, o BRL é uma das piores moeda em performance em relação ao dólar. Em 2020 o Real já desvalorizou 13,58% perante ao dólar.

Nesta manhã, o Banco Central teve que interferir com contratos de swap avaliados em 1 bilhão de dólares para frear a alta do dólar.

A moeda brasileira se desvalorizou mais do que a Argentina em 2019. Mesmo em crise, o Peso Argentino perdeu apenas -3,93%.

Apesar da situação problemática, o real não se desvalorizou mais que a moeda venezuelana que perdeu -36% no mesmo período de tempo.

Alguns especialistas dizem que essa desvalorização acontece devido a baixa na taxa de juros, fazendo com que os títulos da dívida brasileira se tornem menos atrativos, gerando saída de capital em dólar.

Bitcoin teve melhor desempenho

Enquanto as moedas estatais do Brasil, Argentina e Venezuela se desvalorizam como nunca, o Bitcoin continua em ascensão.

Conforme dados do Coincheckup, o btc teve uma alta de 25% até agora, atingindo um pico de 42% no começo de fevereiro.

Cada vez mais aceita pelo mercado, o Bitcoin já está disponível em milhares de máquinas da Cielo no Brasil com a carteira Bitfy, além de centenas de comércios que já aceitam diretamente a moeda digital.

Talvez por conta disso, o Bitcoin tem sido cada vez mais procurado na Argentina e na Venezuela.


Veja como usar a carteira da Bitfy para pagar uma conta comum: