Após supostamente falsificar documentos, Ronaldinho passou seis meses preso no Paraguai. Mas além de “perder tempo” na cadeia, o bruxo ainda perdeu dinheiro, diferente do que dizem recentes memes elogiando o suposto lucro que o lendário ex-jogador teria conseguido em cima do real brasileiro.

Ao ser detido, Ronaldinho depositou um “caução” em dólar para poder cumprir a pena em detenção domiciliar em um hotel. Ele pagou 1,6 milhão de dólares no dia 7 de abril, e como a cotação do dólar estava a 5,22 na época, o montante equivalia a R$ 8,35 milhões.

Já nesta segunda-feira (24/08), o Ministério Público teve seu pedido aceito pela Justiça do Paraguai e o brasileiro foi liberado com o pagamento de uma multa de 200 mil dólares.

O US$ 1,4 milhão restante foi devolvido com a cotação de 5,59, ou seja, aproximadamente 7,8 milhões de reais. Um prejuízo aproximado de R$ 521 mil, o oposto do que dizem os recentes memes e notícias que exaltam o embaixador do Barcelona.

Trade poderia ter sido bem melhor

Considerando que sua multa foi de 200 mil dólares, e Ronaldinho terminou com um prejuízo de apenas meio milhão de reais, ele ter mantido a reserva em dólar foi com certeza positivo para seu bolso.

Mas como o real não é usado como unidade de conta em países estrangeiros, ele empobrecer menos em valores nominais aqui não significa praticamente nada para ninguém.

A contínua desvalorização do real só prova que a moeda nacional não é uma boa reserva de valor. Recentemente, o Banco Central deixou claro que o real pouco servia até mesmo para lavar dinheiro, por conta do seu baixo valor.

Se Ronaldinho tivesse realmente uma escolha nessa decisão, e mantivesse seu dinheiro em Bitcoin, usando a prisão domiciliar como um “hold forçado”, aí sim teria ganho dinheiro.

O jogador é até familiarizado com a ideia de criptomoeda, já tendo participado como garoto propaganda de um suposto esquema de pirâmide de bitcoin que lesou inúmeras vítimas em mais de R$ 300 milhões.

Quando Ronaldinho depositou o caução, o Bitcoin estava em US$ 7.200, ou seja, poderia ter comprado 222 BTC com US$ 1,6 milhão. Na segunda-feira, se vendesse na cotação de US$ 11.748 poderia pagar os 200 mil com 17 bitcoins. Sobraria 205 BTC, o equivalente a US$ 2.357.848, de fato uma valorização de 47%.

Portanto, apesar do bruxo ser uma lenda nos gramados, não é um mago das finanças. Para aprender mais sobre dinheiro e entrar de cabeça na nova economia do jeito certo, acompanhe nosso canal no Telegram.