Um fundo de cobertura (hedge) é um veículo de investimento. Eles são um conjunto de ativos em várias proporções, gerenciados por pessoas conhecidas como gestores de fundos. 

Contudo, dentre as inovações e possibilidades de investimento no mercado de capitais, uma em específico, vai ajudar ainda mais a reduzir a concentração de crédito na economia e ainda descentralizar a visão única que os gestores de fundos têm sobre o mercado de criptomoedas. 

Saiba o que são os fundos de cobertura descentralizados e como investir neles. 

Fundo de cobertura centralizado x descentralizado

Fundamentalmente, todos os fundos de cobertura bem-sucedidos são construídos com a visão única que os gestores de fundos têm sobre o mercado. Sendo o grupo de ativos administrado pelo fundo bem diversificado, dizemos que essa modalidade centralizada de investimento “cobre os riscos”.

Seu objetivo é maximizar o retorno do investidor e eliminar o risco.

Com base em oportunidades de mercado e a própria expertise do gestor, um fundo de cobertura pode atrair investidores para colocar seu suado dinheirinho nas mãos dos gestores de fundos. 

O que vai diferenciar, então, um fundo de cobertura do outro é a visão de cada gestor, mas existe outra forma de diferenciar os fundos que existem – principalmente os fundos de investimento que surgiram no anárquico mercado de criptomoedas. 

Entre um fundo de investimento centralizado, administrado por um gestor, e um fundo de investimento descentralizado, o que muda é a forma de tomar uma decisão de investimento

Em poucas palavras, um fundo descentralizado de investimentos se parece com isso:

Como funcionam os fundos de investimento descentralizados

1- investidores lançam seus votos / 2. Fundo de cobertura realiza média de apostas no mercado ao vivo / 3. Avaliação de retornos / 4. Recompensa proporcional .

Em vez de confiarmos nas apostas de um só gestor; em um fundo de investimento descentralizado os investidores são encorajados a lançar seus votos para que o fundo possa realizar a média das apostas no mercado ao vivo, avaliando o resultado gerado pelas teses de investimento e recompensando proporcionalmente os investidores de acordo com os seus votos. 

As vantagens dessa modalidade de fundos seria, primeiro, que os fundos descentralizados não custodiam as criptomoedas dos seus membros, ele só aloca. Além do mais, não há gerentes ou proprietários humanos – são dirigidos por contratos inteligentes. 

A negociação é automatizada 24 horas por dia, 7 dias por semana. Os fundos estão disponíveis para saque em todos os momentos e, em alguns fundos descentralizados, não há necessidade de depósito mínimo além da taxa única de ativação.

Aspectos econômicos que devem ser considerados ao tomar decisões descentralizadas 

Em um fundo de investimento descentralizado, os investidores são encorajados a lançar seus votos para que o fundo possa seguir com a estratégia de investimento. Contudo, três aspectos econômicos devem ser considerados na hora de tomar as decisões descentralizadas de investimento. 

  1. Efeitos de rede
  2. Participação
  3. Distribuição de Recompensas

Efeitos de rede – A ideia de deixar a tomada de decisão descentralizada tem como objetivo atrair um grande número de pessoas para trabalhar nela. Sendo assim, você precisa considerar que um sistema se tornará mais eficiente à medida que mais pessoas se juntem a ele. Isso é o que chamamos de efeito de rede.

Neste modelo econômico os investidores não são concorrentes. Nem o fundo, nem os investidores desejam dificultar a entrada de novos operadores nem expulsar os que já estão lá. O modelo ideal seria aquele em que os participantes atuais convidem mais participantes para a rede. 

Participação – Ainda dentro do conceito de rede, não há dois membros em uma rede que sejam iguais. Cada membro contribui de forma diferente e é assim que eles devem ser tratados.

Consequentemente, os fundos tentam manter a reputação de cada participante na rede e ter seus votos (apostas) avaliados à luz de sua reputação. Um membro com maior reputação ganhará mais peso por sua aposta em comparação com um com menor reputação. 

Nesse sentido, dá para ponderar a relevância de uma aposta também pelo tamanho da posição. O tamanho de suas posições refletirá diretamente o quão confiantes estão em suas apostas. 

Recompensas – Nenhuma recompensa é igual, assim como dois membros na rede não são iguais. As recompensas podem ser uma função da reputação de um participante, dos stakes que ele fez em uma aposta ou do retorno que suas apostas proporcionaram. 

Isso é interessante porque traz à tona o conceito de “skin in the game”, quem têm mais a perder serão os maiores interessados que o fundo descentralizado tenha um bom desempenho.

Conheça 5 fundos descentralizados para investir 

Entre um fundo de investimento centralizado, administrado por um gestor, e um fundo de investimento descentralizado, o que muda é a forma de tomar uma decisão de investimento. 

Então para ajudar na sua decisão, nós selecionamos 5 fundos hedge descentralizados que estão disponíveis no mercado de criptomoedas. Mas não tome este conteúdo como uma recomendação de investimento, faça sua própria pesquisa e considere os riscos envolvidos em cada alternativa.

5 DAOs que oferecem fundos tokenizados e descentralizados:

DAO Invest

O DAO Invest faz parte do inSure DeFi Ecosystem que cria um portfólio de criptomoedas controlado pela comunidade que permite apostar contribuindo para os pools de liquidez votados pela comunidade.

dFund

O dFund é uma plataforma que possibilita fundos de hedge e empréstimos descentralizados, operando no vasto e tecnicamente excelente ecossistema Polkadot.

Decentralized Hedge Fund Cryptocurrency Investment (DHF)

A plataforma DHF é um Fundo de Hedge de Criptomoeda Descentralizado totalmente autônomo, totalmente programado para gestão financeira e executado por Inteligência Artificial. Veja como investir:

Apolo DAO

Um protocolo que facilita retornos de composição automática seguros e econômicos. O Apolo DAO é uma organização descentralizada que governa um War Chest (pote) para metagovernança e investimentos de capital em ecossistemas descentralizados.

Kassandra DAO

A Kassandra é uma gestora de fundos quantitativos descentralizados, que são fundos de investimento baseados em dados tokenizados. A Kassandra tenta descentralizar os produtos financeiros; e principalmente tokenizar estratégias de investimento complexas em ativos que são não-custodiais e que não requerem permissão para investimento.

Gostou do conteúdo? Tem mais sugestões de fundos de cobertura descentralizados? Deixe sugestões nos comentários e siga o Cointimes nas redes sociais para não perder nenhum texto.

Passfolio