Nesta quarta-feira (03) enquanto o Bitcoin (BTC) está estacionado em US$ 63.000, a capitalização de mercado de todas as criptomoedas atinge um recorde de US$ 2,880 trilhões com SOL, ETH e DOT correndo atrás de novos ATHs.

No mercado brasileiro foi aceso o sinal vermelho para os juros altos, incitando o sentimento de abandono do regime fiscal no investidor. 

Sinal de alta para o Bitcoin. 
O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (+2,86%), Binance Coin (+1,37%), Solana (+12,5%), Cardano (+7,73%),  Ripple (+7,68%), Polkadot (-1,70%), Dogecoin (+0,25%), Shiba Inu (-7,27%), Terra (+8,67%) e Avalanche (+9,50%). 
Ranking de criptomoedas – Fonte: CoinGoLive.com.br 

Começando o mês de novembro

O Bitcoin caiu para menos de US$ 60.000 há alguns dias, mas foi rápido em recuperar esse nível de preços, conforme relatado no início desta semana.

Neste momento, os touros não impõem ritmo frenético e estão estacionados na faixa de preço de US$ 63.077 – R$ 358.356 nas principais corretoras brasileiras. 

Contudo, a calmaria toda não vai durar muito. Após três meses acertando o preço de fechamento mensal do bitcoin, o analista de pseudônimo PlanB agora espera que o BTC se aproxime dos 100 mil dólares no final de novembro.

O preço do Bitcoin pode enxergar uma alta de 60% nos próximos 30 dias se o trader por trás do popular modelo stock-to-flow (S2F), PlanB, estiver certo novamente.

Leia Mais: Bitcoin deve alcançar US$ 98.000 este mês, de acordo com PlanB 

Por hoje, as altcoins crescentes reduziram ainda mais o domínio do Bitcoin sobre o mercado. O domínio agora se encontra em cerca de 41,29% e sua capitalização de mercado está abaixo de US$ 1,20 trilhões.

Acende o sinal vermelho 

Pouco tempo atrás, a maior preocupação dos investidores de ações parecia ser com o aumento da atratividade da renda fixa, agora os sinais de alerta estão mais disseminados. 

O novo patamar das taxas de juros, alcançado com a percepção dos agentes de que o país abandonou o regime fiscal que vigora desde 2016 e com uma inflação persistente, faz gestores e analistas demonstrarem cautela com companhias alavancadas, que têm um montante elevado de dívidas de curto prazo e que possam sofrer com a perda de tração na economia brasileira.

O cenário, muito influenciado pela possível aprovação da PEC dos Precatórios, foi descrito pelo senador Renan Calheiros como um “atentado contra o presente e o futuro do país”. Enquanto isso, Arthur Lira, na Câmara dos Deputados, está sofrendo para convencer seus colegas deputados a aprovarem a “PEC do Calote”.  

“O governo errou ao misturar o Auxílio Brasil com a PEC do Calote e ninguém mais quer colocar sua digital aí. Lira pode muito, mas não pode tudo. Ninguém vai matar a economia por ele”, disse a O Antagonista um dos deputados, mostrando que o Ministro Paulo Guedes vai precisar de ajuda para conseguir a brecha orçamentária.

Nesse ambiente, o Ibovespa deu sequência à espiral negativa que tem apresentado desde as máximas de 130 mil pontos, vistas em junho, e encerrou outubro com queda de 6,74%. Do pico no ano até o fechamento do último pregão, a queda é de cerca de 20%.

Solana no 5° lugar 

A Ethereum (ETH) registrou mais um novo recorde histórico. Desta vez, ETH ultrapassou US$ 4.600 e apesar de retornar a um nível um pouco abaixo desse nível no dia de hoje, a ETH ainda está 2,86% acima em 24 horas.

Outro recorde foi conquistado pela Solana (SOL). O SOL disparou 12% e atingiu seu último ATH em US$ 232, de acordo com a CoinGoLive. Além disso, o ativo ultrapassou a Cardano (ADA) como o 5º maior ativo digital do ranking.

O resultado das principais altcoins nas últimas 24 horas é o seguinte: Ethereum (+2,86%), Binance Coin (+1,37%), Solana (+12,5%), Cardano (+7,73%),  Ripple (+7,68%), Polkadot (-1,70%), Dogecoin (+0,25%), Shiba Inu (-7,27%), Terra (+8,67%) e Avalanche (+9,50%). 

A capitalização de mercado também atinge um novo recorde para US$ 2,88 trilhões desde ontem.

Acompanhe as notícias do mercado cripto no grupo do Telegram do Cointimes, acesse.

A NovaDAX está completando três anos!

Uma das maiores corretoras de criptoativos do Brasil completa três anos no mês de novembro e quem ganha é você! 

Serão até 30 moedas com taxa zero para transações e mais de 80 moedas listadas, com saque disponível na hora e alta liquidez. 

As criptomoedas com as melhores taxas do mercado! Basta ativar o programa gratuito Novawards e aproveitar taxas reduzidas em até 75%.

Conheça ainda o Cartão NovaDAX e peça já o seu.