Segundo o portal CCN, um bug no código da Stellar permitiu que um hacker criasse do nada 2,25 bilhões de lumens em abril de 2017. O bug foi corrigido na versão 0.62 do software, mas as moedas continuam circulando.

Engole o bug seco!

O que eles fizeram para eliminar os mais de 2 bilhões de moedas criadas? Queimaram do próprio estoque de cripto. Isso evitou que o mercado soubesse da criação dessas novas moedas e que o supply de Stellar fosse “mantido” apesar dos problema.

A equipe de desenvolvimento tentou abafar o caso, eles apenas publicaram um pequena nota de atualização e nada mais, nenhum post no blog, nenhum alerta nas mídias sociais.

A verdade é que a equipe da Stellar simplesmente tentou esconder o bug, de forma que isso não afetasse o preço da criptomoeda, que quase chegou a 1 dólar no final de 2017.

Bitcoin e Zcash também tiveram problemas

Tanto o Bitcoin quanto a criptomoeda Zcash tiveram o mesmo problema de inflação de criptomoedas. Os dois times de desenvolvimento agiram de formas bem diferentes.

A equipe do Zcash escondeu o bug por 8 meses, enquanto Satoshi Nakamoto ajudou a corrigir o problema na hora.

Bug da Zcash!