Os dados on-chain e de mercado do bitcoin revelam forte suporte da criptomoeda nos US$47 mil, segundo a empresa de análise em blockchain Glassnode. Mesmo com a pressão da taxa de juros de longo prazo subindo nos Estados Unidos, ouro caindo para sua pior baixa em 38 semanas, o btc continua firma e acima dos US$50mil e dispara no Brasil.

Maior suporte do bitcoin desde os 11 mil dólares

O analista de dados Rafael Schultze-Kraft, utilizando a métrica Distribuição de Preços Realizada por Utxo (DPRU), observou um forte suporte do bitcoin nos 47 mil dólares:

“Suporte on-chain muito forte em US $ 47.000 – cerca de 500.000 $BTC foram movidos a esse nível.

Imo importante que o seguremos, caso contrário, poderíamos ver 40k rapidamente antes dos próximos movimentos para cima.”

“Na verdade, se olharmos para a Distribuição de Preços Realizada utxo, o nível de suporte no blockchain em US $ 47.173 é o maior desde os US $ 11.000.”

– afirmou o relatório da Glassnode.

Esses dados combinados com a diminuição dos bitcoins nas exchanges em 35.200, apenas na semana passada, mostram que provavelmente o volume on-chain movimentado na DPRU está associado a acumulação e não a venda. Apesar das boas notícias a Glassnode afirma:

Dados on-chain sugerem um caso de touro relativamente forte para o Bitcoin esta semana. O maior risco que se deve ter em mente é que o nível de suporte on-chain chave entre US $ 45.000 e US $ 47 mil cair, muitas de nossas observações podem trocar de forte suporte para forte resistência.”

De qualquer forma, a situação do Brasil difere e poderemos ver uma repetição do que aconteceu com o preço do criptoativo na Venezuela e Argentina conforme nos assemelharmos a essas economias.

A tempestade perfeita para o Bitcoin no Brasil

Com a alta do dólar causada pela anulação da condenação de Lula pelo STF, a criptomoeda disparou quase 9% nas últimas 24 horas, sendo negociado em média por R$312 mil com picos de R$316 em algumas corretoras de bitcoin.

Taxa de juros baixa, novos lockdowns, insegurança política e jurídica, desconfiança do investidor estrangeiro e dólar subindo parecem formar a tempestade perfeita para o Bitcoin no Brasil. 

Vale lembrar que em países vizinhos como Argentina e Venezuela o BTC é amplamente adotado para se proteger da desvalorização da moeda local e fugir dos controles cambiais. O premium do bitcoin também é alto tanto pela demanda quanto por imposições governamentais. 

Veja também: Bitcoin se torna alternativa para Argentina economicamente fraca

Compre e venda Bitcoin e outras criptomoedas na Coinext
A corretora completa para investir com segurança e praticidade nas criptomoedas mais negociadas do mundo.
Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br