A Uber teve prejuízo de US$ 1,8 bi. A startup mais valiosa dos Estados Unidos, está se encaminhando para o muito esperado IPO (Oferta Pública Inicial).

Uber teve prejuízo, mas ele é menor

A empresa perdeu US $ 1,8 bilhão em 2018, o primeiro ano completo sob o comando do novo CEO Dara Khosrowshahi, de acordo com os resultados financeiros da empresa para 2018 divulgados na sexta-feira.

O número impressionante representa uma melhora modesta em relação ao ano anterior, quando registrou perdas de US $ 2,2 bilhões.

Enquanto as perdas do Uber diminuíram, o mesmo aconteceu com o crescimento das vendas. Sua receita atingiu US $ 3 bilhões nos últimos três meses de 2018, um aumento de apenas 2% em relação ao trimestre anterior e de 25% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Coinext 760x150

 

Em comparação, a receita da Uber no trimestre de setembro aumentou 38% em relação ao ano anterior. Sua receita trimestral de junho cresceu 63% em relação ao ano anterior.

Em 2018, a empresa vendeu seus negócios no Sudeste Asiático para a Grab e fundiu seus negócios na Rússia com a Yandex. As finanças da empresa excluem o impacto dessas vendas nos negócios da Uber.

Investidores esperam crecimento rápido

O contínuo declínio no crescimento de vendas pode gerar um alarme para potenciais investidores em Wall Street, que esperam ver um negócio com um crescimento estratosférico para justificar o valuation de US $ 120 bilhões.

Tem sido amplamente divulgado que a empresa apresentou sigilosamente documentos iniciais para abrir o capital. Khosrowshahi disse repetidamente que a empresa procuraria se tornar pública em 2019.

Khosrowshahi assumiu como CEO em meio a um período de incrível turbulência na empresa, que incluiu assédio sexual e alegações de discriminação de gênero, um processo confuso com Waymo, papéis executivos vagos e motoristas à beira da revolta.

Ele foi trazido para ajudar a limpar a empresa. Ele ajudou a Uber a investir em áreas além dos carros, como compartilhamento de bicicletas e scooters, além da entrega de alimentos. E essas novas áreas de negócios são pontos brilhantes no futuro da empresa, segundo a Uber.

“Em 2018, nosso negócio de compartilhamento de caronas manteve a liderança da categoria em todas as regiões que atendemos, a Uber Freight ganhou força nos Estados Unidos, JUMP e-bikes e e-scooters estão na estrada em mais de uma dúzia de cidades.

“Acreditamos que a Uber Eats se tornou a o maior negócio de entrega de comida on-line fora da China, com base em nossas receitas brutas”, disse o diretor financeiro da Uber, Nelson Chai, em um comunicado.

Notavelmente, a empresa não divulgou os números do serviço de entrega da Uber Eats durante o quarto trimestre deste ano.

A Uber destacou anteriormente o forte crescimento da Eats durante os resultados do terceiro trimestre: As receitas brutas para o serviço superaram US $ 2 bilhões no trimestre, um salto de mais de 150% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Traduzido e adaptado de: CNN Business


Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br