Coingoback

Os EUA acusam fundadores da BitMEX de violarem a Lei de Sigilo Bancário em uma ação que pode impactar o mercado de criptomoedas inteiro, enquanto o bitcoin cai -3% na última hora.

Mercado de criptomoedas na última hora. Fonte: Coingolive

A Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC), que regula os mercados de futuros e opções nos Estados Unidos, acaba de acusar uma das maiores exchanges de bitcoin dos EUA de operar ilegalmente.

De acordo com dados da Coinmetrics, a Bitmex conta com 193 mil BTC em seus cofres, mais que a maioria das exchanges e empresas com a criptomoeda.

bitcoins na Bitmex. Fonte: Coinmetrics

A BitMEX supostamente não impunha corretamente as medidas antilavagem de dinheiro, além de não ter o registro apropriado para operar uma plataforma de trading, “violando diversas regulações da CFTC”.

Em publicação oficial da CFTC, foi dito que a corretora era operada por um “labirinto de entidades corporativas”, dentre elas a HDR Global Trading Limited, 100x Holding Limited, ABS Global Trading Limited, Shine Effort Inc Limited e HDR Global Services (Bermuda) Limited (BitMEX). Todas estão presentes como ré no processo civil.

O Presidente da CFTC Heath P. Tarbert ainda sugeriu que os ativos digitais significavam uma grande promessa para os mercados de derivados para a economia americana. “Para que os Estados Unidos sejam um líder global neste espaço, é necessário erradicar atividades ilegais como a alegada neste caso”, adicionou ele.

Segundo o diretor da Divisão de Execução James McDonald, os requisitos de registro são a base da estrutura regulatória que protege os mercados financeiros.

“Procedimentos eficazes de combate à lavagem de dinheiro estão entre os requisitos fundamentais dos intermediários nos mercados de derivativos, seja em produtos tradicionais ou no crescente mercado de ativos digitais. Esta ação mostra que a CFTC continuará a trabalhar vigilantemente para proteger a integridade desses mercados.”, alegou McDonald.

Apesar de não ter sede nos EUA, a plataforma da BitMEX recebeu mais de US$ 11 bilhões em depósitos de bitcoin e ganhou mais de US$ 1 bilhão em taxas, enquanto conduzia aspectos significativos de seus negócios nos EUA e aceitava pedidos e fundos de clientes norte-americanos.

Por fim, todos os co-fundadores da BitMEX podem ser presos por violação da Lei Federal de Sigilo Bancário. Arthur Hayes, Benjamin Delo, Samuel Reed e Gregory Dwyer tiveram a acusação criminal aberta hoje mais cedo pela procuradoria dos EUA para o distrito de Nova York. De acordo com os promotores, Reed foi preso em Massachusetts esta manhã, enquanto o resto continua foragido.

A U.S. Commodity Futures Trading Commission entrou com uma ação civil separada visando interromper os negócios de derivativos de criptoativos da BitMEX nos Estados Unidos.

Compre Bitcoin na Coinext
Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br