Coingoback

O crime ambiental e humano em Brumadinho impôs grandes perdas para a Vale. A mineradora já tem mais de R$ 11 bilhões bloqueados pela justiça.

Na última sexta-feira, com a Bovespa fechada, a Vale caiu cerca de 8% na bolsa de Nova York. Na abertura de mercado, nessa segunda-feira, a Vale chegou a mergulhar mais de 20% em 1h.

vale perde 19% em valor de mercado
Ações da VALE – Fonte: TradingView

R$ 11 bi foram bloqueados na Justiça

Como já era esperado, os investidores reagiram muito mal ao rompimento da barragem. A Justiça já bloqueou R$ 11 bilhões da companhia, cerca de 40% da disponibilidade comunicada no último balanço.

A empresa busca financiamento adicional com bancos para garantir estabilidade. O mais agravante é que já é o segundo rompimento de barragem que envolve a Vale, o primeiro foi Mariana.

Essa queda, se confirmada e mantida em 20%, fará com que a empresa perca cerca de R$60 bilhões de valor de mercado em apenas um dia. Essa queda foi mais acentuada do que a ocorrida durante a tragédia de Mariana.

A mineradora estava em tendência de alta na última quinta-feira, mas o desastre reverteu qualquer tendência e fez com que as ações da mineradora despencassem.

O Ibovespa, índice da Bovespa, também sofre retração de 2% com a queda da Vale, que representa 10,9% de participação na carteira do índice.

A tragédia de Brumadinho resultou em 58 mortes (confirmadas até agora) e mais de 305 desaparecidos. O rompimento da barragem 1, que levava rejeitos de minério de ferro, causou um tsunami de lama que levou o refeitório onde funcionários da empresa almoçavam e ainda impactou moradores que residiam próximos à área do rompimento.

Siga e compartilhe a página do Cointimes para se manter atualizado com os conteúdos mais relevantes. Estamos em todas as mídias sociais também: FacebookTwitterInstagram e Telegram


BitPreço, o maior marketplace da América Latina. Compare os preços das principais exchanges do Brasil e mundo, e compre Bitcoin, Ethereum e USDT pelo melhor preço sempre.

Crie sua conta grátis agora!