O que é a CPMF?

A CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira) foi uma cobrança que incidiu sobre todas as movimentações bancáriasexceto nas negociações de ações na Bolsa, saques de aposentadorias, seguro-desemprego, salários e transferências entre contas correntes de mesma titularidade — e vigorou no Brasil por 11 anos. Caso essa cobrança volte, a vida das exchanges brasileiras poderá ficar ainda mais difícil.

De 1997 a 2007, a CPMF arrecadou R$ 223 bilhões. Em 2007, último ano de vigência da contribuição, foram recolhidos R$ 37,2 bilhões, segundo balanço divulgado pela Receita Federal.

CPMF

CPMF vai encarecer o preço do Bitcoin no Brasil

A última taxa da CPMF registrada foi de 0,38% para movimentações financeiras. Ou seja, caso você queira fazer um depósito na Exchange, você já vai começar perdendo 0,38%, caso seja essa taxa. Nesse cenário, a taxa será repassada ao mercado, logo, o preço do Bitcoin ficará mais ligeiramente mais caro.

Além disso, as exchanges sofrerão bastante na hora de efetuar o saque em reais para os seus clientes. Restará apenas duas opções: ou as exchanges arcam com o pagamento da taxa de 0,38%, ou elas repassam aos seus clientes.

Alter - Criptoback

Caso optem pela segunda opção, o cliente pagará duas taxas, a de entrada de dinheiro na corretora e a de saída de dinheiro na corretora, pagando um total de 0,76% a mais do que pagaria sem imposto. Suponha que o Bitcoin esteja cotado a R$26000, com as taxas extras ele passará a custar R$26.197.

Lembrando que o efeito acima foi feito com uma taxa de 0,38%, entretanto, a taxa efetiva poderá ser maior ou menor do que a última registrada. Isso ocorre porque as exchanges são uma empresa como outra qualquer, elas precisam pagar  fornecedores de serviços, insumos e outros produtos essenciais para o seu funcionamento. Ou seja, a CPMF iria gerar um efeito cascata sobre toda economia.

Com isso, a taxa efetiva da CPMF será muito maior, porque o custo operacional das exchanges vai subir ainda mais, assim como o custo de todas as empresas com as quais ela se relaciona. Logo, a CPMF se espalha por todos os mercados, fazendo com que as exchanges tenham que aumentar as suas taxas de corretagem, porque todos os produtos essenciais para o cotidiano delas irão encarecer.

Quem negocia no p2p também perde

Os negociadores p2p (peer-to-peer) negociam suas criptomoedas com ágio. Uma grande parte deles negocia Bitcoin com uma margem muito baixa, logo, todos os custos terão de ser repassados para quem está do outro lado da negociação. Quem negocia com uma margem de lucro muito baixa vai perder competitividade em relação àqueles que conseguem negociar com uma margem muito alta, podendo arcar com o pagamento das taxas extras.

Alter - Criptoback

Caso a proposta se torne real, ela aumentará os custos de toda economia, tornando ainda mais custoso realizar transações entre duas pessoas. No geral, todo mercado de criptomoedas vai perder, exceto aqueles que já possuem criptomoedas, que verão uma leve apreciação do seu criptoativo.

E você, o que acha dessa medida? Não deixe de participar nos comentários.

Sugerido para você:

Independência! Mas não dos tributos…

Este tipo de conteúdo é relevante para você ou alguma pessoa que você conhece? Se for, siga e compartilhe a página do Cointimes e se mantenha sempre atualizado no mercado – FacebookTwitterInstagram.

Alter - Criptoback

Invista em criptomoedas com segurança, alta liquidez e as menores taxas do mercado.

NovaDAX: a exchange mais completa do Brasil com mais de 25 criptomoedas listadas e a melhor nota de atendimento ao cliente.

Conheça novadax.com.br